quarta-feira, 4 de abril de 2012

DAS SOMBRAS






Das sombras, nascerão rosas!
De dentro da escuridão
Brotarão das mãos Divinas...

Silêncio negro e profundo,
Que envolve e governa o mundo,
Adubo do renascer...


E ao reabrir dos olhos,
Surpresa e arrebatamento,
É isso que quero ver!

E mesmo na incerteza,
Nas sombras, plantarei rosas,
Que um dia, hei de colher...



*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*





¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*¨*

7 comentários:

  1. Lindo Ana, e esse perfume das rosas penetrarão em todos os corações como um bálsamo, curando e clareando tudo ao redor.
    Beijos e linda tarde!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela linda obra, tanto literária quanto fotografias, eu vi teu Blog e já o sigo, serão um prazer, beijo no coração querida Bailune.

    ResponderExcluir
  3. Ana, como disse o colega acima é isso mesmo, a união das duas artes fazem deste blog um doa mais belos que já li. Bom ferido, poeta!

    ResponderExcluir
  4. Tudo que é feito com amor,vinga.Felicidades.Bjus\Flor*

    ResponderExcluir
  5. Parabéns! Adoro suas rosas em forma de poesias. abração. De Magela

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...