quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

INVEJA

 



Um tema que sempre é atual, pois ela não morre nunca, e sempre se renova.

No meu vídeo de hoje, estou falando sobre a inveja: o que é, o que causa e como defender-se dela.


Desde já agradeço a quem me fizer uma visita, deixar um 'gostei' e partilhar o vídeo. Não se esqueça de inscrever-se no canal e ativar o sino das notificações!





sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

SOBRE A PRISÃO DO DEPUTADO DANIEL SILVEIRA

 

 

abutres voam sobre a liberdade de expressão



Vou ser curta e grossa, pois estou sem tempo, mas achei importante (para mim) dizer o que eu penso a respeito disso, embora o país possa sobreviver sem a minha opinião: pelo que tenho lido por aí, até mesmo de especialistas em leis (porque eu não o sou) a prisão do deputado foi não apenas ilegal, mas inconstitucional, arbitrária e ridícula. Bem, eu poderia usar estes mesmos adjetivos para referir-me a ele. Mas a lei deveria ser igualmente aplicada a todos, mesmo que sejam trogloditas babacas e oportunistas em busca de promoção.


Para mim, esse senhor deputado, meu conterrâneo, não passa de um Alexandre Frota talvez um pouquinho melhorado em termos de cultura, mas as intenções dele, que foram de se promover (ele fez tudo o que podia para que isso acontecesse) obteve o sucesso e a atenção esperadas.


Aquele outro lá de capa preta que tem efetuado prisões ridículas, como a do jornalista Oswaldo Eustáquio (atualmente paralítico em prisão domiciliar, e que não recebeu a mesma atenção da mídia que o deputado obteve, mas que na minha humilde opinião, merecia muito mais); bem, voltando ao meu raciocínio: aquele lá de capa preta, pousado no Supremo, tenta provar a cada dia que a Constituição Brasileira, que deveria ser respeitada, nos dias de hoje é apenas um livrinho sem importância que poderia estar pendurado nos nossos banheiros para que melhor se fizesse uso dela.


Acho que ninguém vai me prender pelo que escrevi; afinal, não passo de uma ninguém que alcança, no máximo, algumas dezenas de leituras. Não estou me candidatando a nada e não represento a maioria. Mas se por acaso eu não aparecer mais por aqui, é porque aconteceu comigo aquilo que vai acabar acontecendo com todos que tentarem dizer o que pensam nesse país – sejam de direita ou de esquerda: fui amordaçada. Alguém terá adentrado minha casa no meio da noite e levado meus computadores, me jogando na prisão, me colocando uma mordaça  e quebrado minhas pernas.



quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

TOLERÂNCIA X RESPEITO


 




Boa tarde!

Você acha que tolerância significa, necessariamente, respeito? A gente escuta a toda hora reclamações por 'falta de tolerância' em relação aos que pensam diferente da gente. Mas será que o problema não está justamente aí - no pensamento de que, demonstrando tolerância, estarei demonstrando respeito?

Convido vocês a fazerem uma reflexão junto comigo nesse vídeo - só dez minutinhos - sobre aquilo que eu entendo sobre tolerância e respeito. No meu canal O 'X' DA QUESTÃO.

Eis o link:

https://youtu.be/lWT1cMxC9Zw

Convido-o a se inscrever no canal e acionar o sininho das notificações, para que você receba uma mensagem toda vez que eu postar um novo vídeo. Se gostarem, compartilhem!]
Grata!




quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

ROSAS E URTIGAS

 





Há rosas e urtigas.

Ambas soltam suas sementes

Sobre a terra,

Que as acolhe

E não escolhe

Quem vai brotar.


Porém,

O atento caminhante

Pode escolher

Sabiamente

Qual vai colher,

Qual vai cheirar.






segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

PODEM FICAR COM O MUNDO PARA VOCÊS




Já andei mais da metade do caminho que Deus me destinou. Já vi muitas coisas, escutei muitas coisas, vivi muitas coisas. Porém, nunca passei, em toda a minha vida, por tempos tão absurdos. Nunca vi tanta gente totalmente equivocada berrando sandices em redes sociais – e avançando feito leões famintos nas gargantas de qualquer pessoa – velho, criança, mulher, gay ou homem – que ouse discordar da sua pseudo sabedoria. Parece que tudo se resolve no grito: basta chamar de burro, quando faltarem argumentos convincentes, e qualquer um se considera vencedor do debate. Se sentirem que estão perdendo chão, vale a pena convocar mais alguns trogloditas-bem-informados-e-cheios-de-sabedoria para arrasar e esmagar de vez com o opositor. 

Existe também a tática de, quando em um grupo, isolar o contestante, fazer cara de paisagem enquanto se entreolham com olhares de “eu-sei-de-algo-que-você-não-sabe, tadinho, como você é burro”, e começarem a tratar o contestante como um retardado mental, adoçando a voz e quase desenhando no ar as palavras ao falar com ele, como a gritar silenciosamente: “BURRO!”  E chamam isso de ‘empatia.’

Há também aqueles que criam perfis fakes – sem fotos, sem endereços, sem nomes – criam dezenas, centenas deles, para que possam usar do mais chulo linguajar, enquanto despejam em cima do contestante todo o ódio que lhes vêm na alma.

Não sei qual das táticas é mais desprezível. 

Por mim, vocês venceram. Tenho o meu próprio mundinho aqui, não preciso do mundo que vocês estragaram. Podem ficar com ele. Chapinhem na lama e no esterco que vocês mesmos remexem, colham das ervas daninhas que vocês plantam e enfeitem com elas o seu mundinho, comam da merda que vocês estão excretando. Eu desisto. Não vou mudar a cabeça de ninguém – aliás, já fizeram isso lá atrás, e fizeram muito bem feito. É tarde demais para vocês. É tarde demais para nós.

Felizmente, já cheguei aos 55 anos, e não tenho mais muito tempo por aqui – quem sabe, mais uns vinte, vinte e cinco anos. Só posso dizer que lamento muito pela colheita que vocês terão lá na frente, pois ela será exatamente de acordo com as sementes que estão plantando. Tenho muita pena dos que estão nascendo e crescendo nesse mundo abjeto que vocês estão criando para eles.

Vão lá bater panelas, protestar contra a única pessoa que está tentando mudar esse chiqueiro no qual o país se tornou, e não se esqueçam de criar muitas hashtags mimizentas. Xinguem, vomitem escárnio e ofensas, esmaguem a liberdade de expressão daqueles que pensam diferente de vocês, e depois, vão lá nos seus perfis fakes – sim, fakes, porque mesmo os que têm fotos e nomes se escondem atrás da hipocrisia – e mostrem-se ofendidos porque o Presidente da República falou palavrão. 

Podem ficar com o mundo para vocês. Não o quero. Não faço a menor questão de circular entre vocês. Para dizer a verdade, fico muito mais feliz quando estou fora dele. Não se esqueçam de pedirem desculpas por serem homens, brancos, ricos. Não se esqueçam de exaltar a cor da pele ou o gênero como se tais características acrescentassem algo de útil ao seu perfil ou personalidade. Deixem em segundo lugar as coisas menos importantes, como o caráter, a honestidade, a força de vontade, a capacidade, o esforço pessoal e a educação. Quem precisa disso nos dias de hoje? Coisas totalmente supérfluas, caretas, misóginas e fascistas!

De verdade, fiquem com essa merda de mundo para vocês. Vocês venceram, são os melhores, os donos da verdade, os criadores e influenciadores de opiniões, os reis da sabedoria e da empatia, os bem-informados, cultos, descolados, que salvarão não apenas o mundo, mas também todas as girafas da Amazônia.






COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ

  Como se não houvesse amanhã, Ele acordou naquele dia se sentindo mais vivo, Abriu a janela e percorreu as curvas das montanhas Com as pont...