terça-feira, 31 de março de 2020

25 FILMES PARA ASSISTIR NA NETFLIX E NA AMAZON PRIME ANTES DA QUERENTENA ACABAR




Preparei essa listinha de filmes que assisti e achei maravilhosos, e que estão disponíveis na Amazon Prime e na Netflix. Ajudam a passar o tempo, divertem ou ensinam – ou as três coisas ao mesmo tempo!

Vamos à listinha! A ordem escolhida é aleatória, não quer dizer que os filmes que estão no começo são melhores / piores que os demais, ok? Também não farei resenhas ou escreverei resumos, pois não é este o objetivo do texto. São apenas indicações.

1- Palmeiras na Neve – (Netflix) - Um filme bastante longo e maravilhoso! Uma história de amor complicada em tempos de racismo e divisão de classes sociais. Inesquecível.

2- O Irlandês – (Netflix) - Uma história de mafiosos, sensacional - também muito longo, quase três  horas de filme. Divertido, engraçado, trágico e coroado pelo protagonismo de ninguém mais, ninguém menos que Robert De Niro!



3- Greta (Amazon Prime) – História de suspense, sobre uma amizade improvável que mais tarde se revela perigosa. Não poderia deixar de citar o desempenho impecável  da bela atriz francesa Isabelle Ruppert.

4- História de um Casamento – (Netflix )- Amei este filme! Comovente, conta a história de um casamento que termina. Final de cortar o coração.

5- Dracula – (Amazon Prime) – Uma série curtinha que pode ser descrita como de terror, mas extremamente bem feita e com uma ‘big’ lição de moral no final. Gostei muito do desempenho dos atores, cenários e figurinos também.

6- Uma Beleza Fantástica – (Netflix) – Uma menina que tem medo de jardins e de plantas. Uma história de amor e de amizade também. Descobertas, lições, enfim: lindo demais!!! Não deixem de assistir.




7- A Pior das Bruxas (Netflix) – Série em três temporadas.  Uma historinha de bruxas para crianças que vai mantê-las entretidas por algum tempo. Adoro!

8- Stranger Things (Netflix) – Série com três temporadas. Apesar de ser dirigida ao público jovem, adorei assistir às aventuras da garotada na telinha! A história se passa nos anos 80 e é muito bem ambientada. Quantas lembranças me despertou!

9- Spinout – (Netflix) – Série em uma temporada para quem adora patinação no gelo, como eu! Uma história de amor e de conflitos familiares que mostra que ninguém é tão perfeito ou tão ruim quanto parece.




10- A Trincheira Infinita (Netflix) – Filme longo, com mais de duas horas de duração, que conta a história de um homem que passou mais de trinta anos escondido em um buraco na própria casa, a fim de evitar ser pego pela Ditadura de Franco. Angustiante, a história é baseada em fatos reais.

11- Freud – (Netflix) – baseada em fatos reais, mas cheia de fantasias, a série em uma temporada fala um pouco do jovem Freud e sua paixão por uma de suas pacientes. 

12- Messiah – (Netflix) – Série. A Netflix infelizmente cancelou a continuação desta série intrigante, maravilhosa, impecável. Não sei o motivo. Mesmo assim, a primeira temporada é completa em si mesma, e tem um final que... bem, só vendo mesmo para sentir o quão maravilhosa esta série é.




13- Dos Lagos (Amazon Prime) – Uma série deliciosa em uma temporada. Uma história de fantasmas (reais e imaginários), muito bem costurada em um excelente drama familiar. Imperdível. 

14- Mortes em Batz – (Amazon Prime) – Uma obra de arte surreal. Amei!

15- O Segredo da Mansão Rocheville – (Amazon Prime) – Uma temporada dessa mini série maravilhosa. Saga familiar protagonizada por Helen Mirren. Acho que não preciso dizer mais nada.

16- A Incrível História de Adaline – (Amazon Prime) – Fantasia em dose certa nesse romance inesquecível. Achei a história linda e muito diferente.




17- O Segredo da Borboleta – (Amazon Prime ) Suspense de arrepiar os cabelos. Nunca confie em seus vizinhos!

18- Crianças Malignas – (Amazon Prime) – Filme de terror, mas muito bem feito, misturado a um drama familiar. Também de arrepiar os cabelos, mas nada trash.

19- Little Women – (Amazon Prime) – Série-drama em uma temporada com 3 episódios. Uma história épica, encantadora, para assistir a tarde inteira com a família toda. Baseada no livro de Louissa May Alcott.

20- A Casa – (Netflix) – Filme de suspense que demonstra como uma pessoa fraca pode revelar seu caráter invejoso após passar por dificuldades financeiras. 

21- 1922 – (Netflix) – Para quem gosta de suspense sombrio, um excelente filme!




22- Regressão – (Netflix) Outro filme de suspense psicológico sombrio, muito bem costurado, protagonizado pela atriz Emma Watson, que representou Hermione em Harry Potter. Gostei demais!

23- O Último Rei – (Netflix) História que se passa na idade Média. Dois homens encarregados de proteger um bebê (herdeiro do trono) durante uma nevasca passam por muitas dificuldades. 

24- Natal em 3 por 4 – (Netflix) – Série. Uma temporada, 3 episódios. Muito, muito bom! Para quem adora histórias de família e Natal.

25- Agnus Dei – (Netflix) Sobre freiras que cuidam de bebês durante a segunda guerra. Drama calminho, sem sobressaltos, para relaxar nas tardes chuvosas. 


Agora é só relaxar e aproveitar (enquanto temos internet)!









quarta-feira, 25 de março de 2020

B O L S O N A R O




Votei em Bolsonaro, e votaria novamente. Um dos motivos, é que ele era o único que teria a possibilidade de derrubar o PT, o que conseguiu. Também porque não é corrupto, é conservador e totalmente ele mesmo - sem o verniz que esconde a podridão interior característica das velhas raposas. Não me arrependi de ter voltado nele, e votarei de novo, caso seja candidato.

Bolsonaro comete erros. Quem não comete? Qual o governo, em todo mundo, que  nunca cometeu nenhum erro? Ele às vezes fala muitas coisas impensadamente - mas nisso, eu até me identifico com ele. Também tenho a ponta da língua solta e constantemente meto os pés pelas mãos. Mas eu não sou uma pessoa pública e importante como ele, que deveria aprender a ser mais comedido em suas afirmações. 

Mas, falando das críticas e dos críticos, o maior problema é que a grande maioria desses "especialistas" não apresentam nenhuma solução melhor que a dele. É sempre aquela velha platéia de hienas, torcendo para que tudo dê errado para que elas possam comer a carniça que sobrar. Felizmente, Bolsonaro criou um grupo de ministros impecáveis, que estão dando conta do recado em todos os sentidos, o que compensa a mania que ele tem de fazer declarações impensadas.

A chegada do Covid 19 surpreendeu o mundo inteiro. Ninguém, eu disse, NINGUÉM estava preparado para ele. É só olharmos para países poderosos como os Estados Unidos e ver que eles também não estão sabendo lidar com a situação, aliás, ninguém está. Estamos tocando "de ouvido."  Estamos todos aprendendo uns com os outros. 

Mas eu duvido que exista, em qualquer lugar do mundo, um Presidente da República que esteja sofrendo tanta pressão quanto Bolsonaro e que receba críticas tão duras, e muitas vezes, injustas, quanto ele. Em um  momento em que todos deveríamos nos unir, a divisão se faz ainda maior. 

Eu acredito que devemos ficar em casa por enquanto, e discordo dele nesse ponto. Mas isso não é motivo para chamá-lo de nomes que nem vou ousar repetir aqui de tão ofensivos que são, nem pedir o seu impeachment, o que geraria uma crise ainda maior. Os oportunistas circulam em volta do Governo, esperando uma brechinha para deslizarem para dentro feito serpentes que são.

O Presidente está preocupado com a economia, o que é natural; afinal, tudo o que der errado no país será colocado na conta dele, como já estão fazendo, como se ele pudesse ter impedido que o vírus entrasse no país. Mas haverá um colapso mundial . É inevitável. Muitos vão morrer, muitos vão ficar desempregados, muitas empresas vão falir. Pode ser que haja fome. Pode ser que piore muito antes de melhorar.

Falam da crise de 29, usando-a como referência para justificarem a necessidade das pessoas voltarem ao trabalho imediatamente, dizendo que a crise financeira será pior do que o Covid 19. Mas acho que isso não vai acontecer no Brasil. Somos o segundo maior produtor de alimentos do mundo, depois dos Estados Unidos. Hoje em dia, existem tecnologias que não existiam em 1929 para produção, estocagem e transporte de alimentos. Existe a internet.

O que vai ser muito necessário para evitar que as pessoas passem fome, será a SOLIDARIEDADE. Isso é com a gente. Ou pelo menos, deveria ser.




terça-feira, 24 de março de 2020

DENTRO



Hoje eu estou dentro.
Lá fora, ficou o Outono orvalhado de sentimento
A esperar seu momento,
Mas hoje, eu estou dentro.

E o pensamento descansa entre as maçãs no cesto,
Preso pelo cabresto de um pesadelo impossível,
Passível de reflexões , passivo de ações...

E eu exercito o olhar, mais que os braços,
Tentando permanecer no meu centro
Porque hoje, eu estou dentro.

Quando eu as toco, as flores ficam
Nas impressões digitais, 
Os barro se cola ao meu destino já escrito,
E a Terra e eu conversamos, enfim,
No silêncio que nos une, e no grito
Agora, quando eu estou dentro.

Há o sol, há a chuva, há o vento,
Fecho os olhos e os trago para dentro.
Deixo que moldem meus sonhos, e escrevam viagens,
Roteiros que seguirei, muito mais atento,
Quando eu sair 
Ao doce relento.








segunda-feira, 23 de março de 2020

Reflexões Sobre a Quarentena



Itália: um lugar maravilhoso que pudemos visitar. Ela vai se recuperar, e #euvouvoltarlá





E de repente, o filme saiu das telas e veio para a vida real. Aconteceu; está acontecendo. Estamos diante de uma situação global que nos expõe ao perigo real da morte em massa - que está acontecendo, não é apenas um filme sobre o apocalipse. 

Às vezes, quando eu acordo no meio da noite, o pensamento aparece lá no fundo da minha cabeça: foi um sonho? Mas logo a realidade me sacode e me desperta: "Não, não é sonho. É real." 

E eu penso nas milhares de pessoas que morreram e estão morrendo pelo Coronavírus. Penso nas que ainda vão morrer, e se eu ou algum ente querido estaremos entre elas. Mas ao invés dessa possibilidade me causar pânico, eu estou serena, sabendo que aquilo quer tiver que acontecer, acontecerá. Nada poderá mudar o destino. 

Quando estamos diante do inevitável, resta-nos respirar fundo e dizer "SIM" ao que der e vier. Esperar pelo melhor, mas preparar-se para o pior. 

Durante a quarentena, que para muitos começa hoje, mas que para mim já acontece há uma semana, eu tenho tentado seguir uma rotina: nunca ficar de pijama, sempre tomar banho, escovar os dentes e cuidar das unhas e da higiene da casa, cozinhar, dar as poucas aulas online dos poucos alunos que me restaram, ler, assistir a filmes, cuidar do meu marido, cuidar dos cães, escrever, gravar meus vídeos para o meu canal, preparar algumas aulas novas - afinal, essa situação não vai ser para sempre - e esperar. 

Costumo ir lá para fora e me sentar entre as plantas e pássaros do meu jardim. Respiro fundo várias vezes, faço minhas orações diárias lá fora, acendo meus incensos em modo econômico, pois não sei por quanto tempo as lojas ficarão fechadas, medito e procuro focar no momento presente, caso contrário, acabarei produzindo ansiedades desnecessárias. Porque toda ansiedade a respeito do futuro é desnecessária.

Nós estamos vivendo um fato que para a maioria das pessoas é inédito, para o qual ninguém está preparado, embora tentemos nos fortalecer e prever o pior cenário - que pode até nem acontecer, a gente espera que não aconteça, mas se ele vier, precisamos de hospitais equipados, respiradores, médicos, enfermeiros, remédios, comida.

Não acho que seja hora para embates políticos, campanhas eleitorais disfarçadas de preocupação com a humanidade ou divisões ideológicas. Estamos todos no mesmo barco. Hora de nos unirmos para construirmos o maior número de salva-vidas possível. SEM ESPALHAR PÂNICO ENTRE AS PESSOAS.


sexta-feira, 20 de março de 2020

OS ESCOLHIDOS DE DEUS







Era uma postagem no Instagram, feita por um site de espiritualidade que afirmava estarmos passando por momentos de provação propícios à reflexão. A postagem também ressaltava a importância de não nos deixarmos levar pelo pessimismo e pelo alarmismo das redes sociais. Tudo excelente.

Até que fui ler os comentários.

Uma mulher afirmava mais ou menos o seguinte: “Estou aproveitando o período da quarentena para cuidar de mim: medito, faço caminhadas, vou à praia e à academia e procuro me cercar apenas de mensagens positivas e edificantes, elevando a minha vibração para que nem eu, nem a minha família sejamos atingidos por esse mal, que não passa de uma criação planejada dos governos mundiais a fim de estabelecer uma crise mundial”. O administrador apoiava, dizendo: “Isso mesmo, somos seres de luz, o otimismo vai nos ajudar a ficarmos protegidos”!

Não consegui me calar. Deveria, mas, se eu tivesse me calado, eu não seria eu.

Argumentei: “Caminhadas? Academia??? Não são férias, é uma quarentena! Quarentena é para permanecer em casa!

E a mulher respondeu: “@anabailune2, tenho certeza de que eu e minha família estamos todos protegidos tanto física quanto espiritualmente deste mal. Não estou sendo imprudente, só não estou me deixando levar pelo pânico. Tudo não passa de uma teoria da conspiração”.

Só me restou arrematar a conversa: “Que Deus te dê muita saúde e felicidade. Mas essa simples conspiração está matando milhares de pessoas ao redor de todo o mundo”.

Às vezes não dá para argumentar. Pessoas que se sentem imunes devido ao seu “Alto nível vibracional.”; pessoas que acreditam que quarentena é  a mesma coisa que férias, e sai por aí, enchendo bares, praias e avenidas; pessoas que acham que na próxima semana tudo voltará ao normal, quando, na verdade, ainda nem chegamos na metade. Está previsto pelo Ministério da Saúde que pelo menos setenta por cento da população – eu, você, o vizinho - quem sabe, incluídos – se contaminará. E mesmo que não tenha graves efeitos sobre mais de 82 por cento de nós, afetará e poderá matar pessoas fragilizadas: idosos, cardíacos, diabéticos e pessoas com doenças graves, como câncer, entre outras.

Hora de conscientização. Se não pudermos ajudar, que pelo menos não fiquemos no caminho.




terça-feira, 17 de março de 2020

ABRAM AS JANELAS E SE FECHEM POR TRÁS DAS PORTAS!







Nunca me senti bem em locais fechados. Sabe aqueles ônibus e trens cujas janelas não abrem? Detesto! E eles estão em todos os lugares do mundo. Você entra em hotéis, prédios públicos e meios de transporte e as janelas estão travadas. Impossível tentar abri-las! Acho isso um desserviço à saúde pública, pois é em ambientes fechados e lotados que as doenças proliferam. Principalmente porque os filtros de ar condicionado raramente são  limpos - quando o são!

Aqui em casa, mesmo em dias frios, sempre mantenho as janelas escancaradas. Quem me conhece, sabe. Mesmo a janela da minha sala de aula, deixo sempre aberta. Se algum aluno reclama, fecho um pouquinho, mas deixo uma fresta e explico: "É para a nossa própria saúde." 

Já viram coisa mais terrível do que entrar em um prédio,  ônibus ou trem lotado e ver as janelas todas fechadas? Principalmente quando está frio e chovendo! O vidro fica embaçado, e circula no ar aquele cheiro de gás carbônico, umidade, roupa mal lavada e suor. Um prato cheio para a proliferação de vírus e bactérias. 

Em tempos como os que vivemos, devemos nos lembrar sempre de manter as janelas abertas e sair às ruas somente se for necessário. Evitar apertos de mãos, abraços e beijos, manter distância entre as pessoas e nós e não frequentar locais cheios. Mas ontem as pessoas mostraram total falta de responsabilidade, lotando as praias do Rio de Janeiro e ignorando os avisos da polícia e dos bombeiros! Acho que a maioria ainda não despertou para a realidade. Lá estavam elas, espalhadas sobre a areia com suas crianças,  usando cadeiras e mesas de praia não higienizadas, comendo coisas das mãos dos ambulantes : Como foram preparados aqueles alimentos? Quem tossiu ou espirrou perto deles quando estavam sendo vendidas?

Falam da irresponsabilidade de Jair Bolsonaro pelas afirmações que ele tem feito a respeito do vírus e também pela sua conduta ao quebrar as regras de segurança. Concordo, ele demonstra irresponsabilidade e deu um péssimo exemplo de cidadania! Já deveria ter fechado as fronteiras do país há muito tempo e feito um pronunciamento responsável em rede nacional a respeito da importância de seguirmos as regras de segurança. Por mais que eu goste dele e do trabalho que seus ministros vêm fazendo em diversas áreas, não posso concordar com tanta infantilidade.

Mas  nós precisamos ser responsáveis também! Cada um de nós deveria aprender a seguir as regras, deixando dessa mania de achar que coisas ruins só acontecem aos outros, agindo com mais responsabilidade.

Ontem assisti a um vídeo que me espantou. Um biólogo comparava São Paulo e Itália, dizendo como as coisas começaram a dar erradao por lá e provando por estatísticas que estamos nos encaminhando para a mesma situação, pois cometemos os mesmos erros. A coisa ainda vai piorar bastante antes de melhorar. 

Mas ao invés de transformar tudo isso em uma questão meramente política, simplificando o perigo e procurando bodes expiatórios, deveríamos estar pensando em como nos proteger, em como proteger as pessoas que amamos! Não é hora de fazermos afirmações levianas e polêmicas a fim de desunir o povo ainda mais. 

É hora de esclarecer!




quinta-feira, 12 de março de 2020

O ABRAÇO







Cuidado com quem
Você abraça,
Pois pode ser brasa,
Ou asa de inseto
Caindo de podre
Do teto da casa.
Pode ser bandido
Banido da vida,
Ou a hipocrisia
De cara lavada.

Cuidado com quem
Você abraça,
Pode ser cortante
Faca de dois gumes,
Um lume do inferno
De olhos vermelhos
Que arrepia os pelos
E não se assume,
Mas finge tristeza...
-Torpeza, estrume!

Cuidado com quem
Você abraça,
Pois fica-lhe o cheiro
E gruda a sujeira
Nas fímbrias da alma
Que torna-se pútrida
Pelo torpe toque
Da falsídia súbita!