segunda-feira, 16 de agosto de 2021

"Liberdade"


 



O que está acontecendo no país e no mundo é preocupante. Enquanto no Brasil jornalistas e políticos são presos arbitrariamente (alguns dos quais não caem na graça do povo, mas isso não faz com que possam ser tratados como criminosos apenas por emitirem suas opiniões) e redes sociais são desaforadamente censuradas, o talibã volta a ssumir o poder no Afeganistão - com o reconhecimento e suporte de países como China e Rússia. A União Européia, ironicamente, vai ainda fazer uma reunião com eles para decidir se os apoiam ou não. Absurdo! Uma coisa dessas deveria ser repudiada e combatida por todos! Eles matam, torturam, decapitam, aleijam, humilham, invadem, estupram! Ninguém deveria aprovar ou aceitar uma coisa dessas!

Um jornalista  declarou que o Talibã de hoje é bem diferente do que vimos em 2011, que eles são mais suaves e democráticos, mais moderados, que prometeram garantir os direitos das mulheres. Segundos antes, esse mesmo jornalista dizia que havia pessoas sendo enforcadas e decapitadas nas ruas, e que meninas já estavam sendo escolhidas para se "casarem" com os soldados.

O que será que não estamos enxergando?

A China, que está aceitando o Talibã, é a mesma que se encontra aqui no Brasil, comprando tudo, se espalhando feito praga, e que agora manifesta seu interesse em comprar o Porto de Santos. Mas está tudo bem, essas coisas não acontecem desse jeito, isso é tudo exagero da Direita radical, paz, amor, revoada de pombinhos e Lula Livre.

O mundo está à beira de um grande colapso. E dessa vez, é sério.

Jornalistas de renome, como Leda Nagle, Augusto Nunes, da Jovem Pan, Ernesto Lacombe, entre outros, estão tendo seus vídeos censurados e removidos das redes sociais. Até mesmo o Presidente dos Estados Unidos da América foi banido, calado, amordaçado! Será que ninguém percebe o que está se formando no horizonte? A Esquerda ainda acha que isso se chama liberdade, e idiotas úteis, como Felipe Neto, publicam tais asneiras em seus Twitters, com direito a 'likes' e apoio popular.

Esperem, e daqui a pouco posts como este não estarão mais nas redes sociais. Seremos calados. Todos nós: direita, esquerda, centro ou isento. A única coisa que poderemos postar nas redes sociais, será fotos de florzinhas, pets e borboletinhas.

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Superioridade Intelectual

 



As pessoas têm conhecimento superficial sobre determinados assuntos e agem como se fossem especialistas, rebatendo argumentos com frases rasas, e quando confrontadas, assumem um posicionamento superior quando a discussão ultrapassa o nível de seus argumentos.










quinta-feira, 5 de agosto de 2021

DEBAIXO DA FOLHA



Sob os pés nus, na aspereza da areia
Ou na maciez confortável do musgo,
Debaixo da folha,  no verde escondido,
No úmido corredor ladeado de flores,
Sussurra a poesia.

No vento da asa tardia que passa,
Na graça sutil da madrugada fria,
No som da canção que sai pela janela,
Que envolve e rodopia em volta dos ouvidos...
Canta a poesia.

Sobre a pele enrugada da mão estendida,
Correndo nas velhas veias saltadas,
Nas sacadas onde secam as toalhas
E os lençóis que esvoaçam, cheirando a sabão...
Reside a poesia.

Na pleura e no compasso do coração,
Na lágrima que não sabe aonde cair,
No trem que anuncia que já vai partir
Sobre os trilhos quentes da desilusão,
Chora a poesia.

No olhar inocente que contempla o mundo,
Nos rios e mares, nos céus, e em tudo
Que respira, pulsa ou permanece mudo,
Na pedra atirada, morte anunciada,
Se oculta a poesia.




CORREDORES


 

Ah, esses corredores escuros e solitários

Que percorremos, de olhos fechados e dedos crispados!

Estreitos labirintos por onde nos perdemos,

Caminhos construídos por nós mesmos

E nos esquecemos dos motivos

Para cada curva, para cada chuva,

Para cada abismo que bem conhecemos!


Seguimos por eles, tentando não ver

Nossos próprios rostos, ou sequer ouvir

Os ecos eloquentes do que pregamos,

Tentando negar o que nos tornamos...


Ah, corredores sem portas, sem iluminação,

Cuidadosamente feitos para que neguemos

As ânsias que temos no coração!





Parceiros

VOZ

    Voz que viaja, se erguendo De sustenido a sustenido Mas nunca chega a um par de ouvidos.   Voz que se eleva, e que grita, Aflita, inflam...