quinta-feira, 12 de abril de 2012

TRISTEZA












Uma alma triste, um pesar, no peito




Ao cozer, sorrindo, o farnel do dia...




A cabeça, à mil, preparando um jeito




De tentar sorrir, viver, desamar...




Uma triste alma, a almoçar sozinha,




A jantar sozinha, a dormir sozinha,




Com tempo de sobra para chorar...










Ah, que pena eu tenho do seu penar!




Pois a alma triste só quer um jeito




De ter para si o que não terá!...










Pois a vida passa, o momento passa,




Vão-se todos, e ela, lá na cozinha,




A comer sozinha, a chorar sozinha...

11 comentários:

  1. A solidão é uma condição perversa amiga. Momentos que levam as lembranças belas e depositam todas as mazelas no cantinho do coração.
    Bela construção na dor,que a poesia reveste de beleza.
    Meu abraço.

    ResponderExcluir
  2. bonito, mas, doeu ....a solidão é bem triste...muitas vezes se é só também no meio da multidão!

    ResponderExcluir
  3. Poderia ser muito pior. Outra alma acendendo incensos na cozinha da alma solitária.Eu não sei se deu pra perceber que eu odío incensos. Essa outra jovem senhora, a Lázara, escreve pra caramba também. ///Latifa milhorou?

    ResponderExcluir
  4. Vejo maestria num poema que transforma um instante poético numa versão existencial.

    ResponderExcluir
  5. Ana, andei fazendo modificações em meu blog, um deles foi tomar umas medidas de proteção contra cópias, que não resolvem tudo, mas ajuda. Vi que o seu conteúdo está disponível. Se você quiser alguma ajuda de edição, pode contar comigo.

    ResponderExcluir
  6. Uma bonita poesia, mas muito triste.

    ResponderExcluir
  7. Esqueci de escrever meu nome no comentário anterior MOLimPia

    ResponderExcluir
  8. A solidão, como tudo em excesso, tende a nos transformar. Algumas de nossas metamorfoses não nos fazem bem! Abraços renovados e parabéns pela meditação que nos trás!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo texto. Certamente, a alma fica triste, tanto por querer para si o não deve, quanto por deixar de ocupar o precioso tempo com pensamentos edificantes. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Gosto de poemas melâncolicos, uma forma de expressar o que estamos sentindo!

    ResponderExcluir
  11. Amaury da Silva Rego

    Oi Ana !!!!
    SÓ FICA TRISTE QUEM AMA...
    Estou virando um misantropo. Estou na fase do ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO.
    Apesar da tristeza ainda consigo desfrutar a alegria ao SENTIR os lindos trabalhos dos poetas, como os seus. Abraços. IRNUS

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...