sábado, 14 de abril de 2012

O OUTRO LADO DO AMOR










O teu amor não garante

Sequer a sobrevivência

Até o final do dia.

O teu amor, quem sabe, até

Nem te traga alegria...




O amor não oferece

A promessa de uma vida,

Pode trazer sofrimentos

E no final, nem sempre vence...




E quando amamos, nem sempre

Será sem qualquer interesse,

O amor ideal, altruísta.




Pois às vezes, o amor

Esconde uma necessidade,

Amamos por pura maldade,

Amamos por sermos artistas,




Amamos sem nem mesmo sentir,

Um amor feito de ausência,

Anestesiadamente autista...

6 comentários:

  1. Grande verdade.Às vezes se ama sem realmente viver esse amor.Lindo,lindo. Bjss

    ResponderExcluir
  2. é... o amor acontece... embora o falso amor seja o comum de acontecer e nos engana bem... agora, o amor verdadeiro, esse é tao lindo, sublime e superior quanto raro.

    ResponderExcluir
  3. Si deu mal, meu amor é autrutrite e osente da amada. Sou feliz poramarela mermo não tendo ela. Quimera, qui merda a vida sem terela

    ResponderExcluir
  4. Lindo Dia Ana-Cheio de amor.Reflexiva poesia.Bjus\Flor*

    ResponderExcluir
  5. amemos então !!! aplausos sempre

    ResponderExcluir
  6. ana, comentei 4 textos seus, e nao coloquei meu nome.. esqueci esse detalhe... estou com a cabeça voada. desculpe mas acho que voce os identificará.... bjim de boa noite. olguinha

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Até um Dia!

Olá, pessoal! Por motivos pessoais, estarei fora da rede durante alguns dias. Volto em breve! Abraços! ...