segunda-feira, 9 de abril de 2012

OUTONO







Dos goles que tomo

Da vida

Os melhores

E mais longos

São no outono.




Ah, semi-sono burlesco,

Entre folhas ressecadas

E brotos por nascer!

Tanto a se dizer,

Nada a se antever,

Nem verão!...




O outono

É o sono da vida,

Sono leve, desejado

Depois de um verão cansado...

2 comentários:

  1. O outono é bonitinho, tem luzes celestiáis que nenhuma outra estação tem, mas tem aquela rajada de vento rápida e quente que eu não gosto nem um pouquinho.

    ResponderExcluir
  2. Eu amo o outono.Pra mim a mais bela de todas as estações. Lindo seu poema Ana. Bjss

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Não Tenho Mais Nada Contigo

Estou escrevendo estas linhas  Só para deixar bem claro: Não tenho mais nada contigo. Teu rosto não faz mais figura...