segunda-feira, 9 de abril de 2012

OUTONO







Dos goles que tomo

Da vida

Os melhores

E mais longos

São no outono.




Ah, semi-sono burlesco,

Entre folhas ressecadas

E brotos por nascer!

Tanto a se dizer,

Nada a se antever,

Nem verão!...




O outono

É o sono da vida,

Sono leve, desejado

Depois de um verão cansado...

2 comentários:

  1. O outono é bonitinho, tem luzes celestiáis que nenhuma outra estação tem, mas tem aquela rajada de vento rápida e quente que eu não gosto nem um pouquinho.

    ResponderExcluir
  2. Eu amo o outono.Pra mim a mais bela de todas as estações. Lindo seu poema Ana. Bjss

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...