segunda-feira, 30 de abril de 2012

Reflexão Sem Noção




O dia por aqui está escuro como o início de uma noite apocalíptica. O friozinho parece que está finalmente começando a dar as caras... e eu, na área de serviço, passando uma pilhona de roupas. Nossa, acho que nunca deixei acumular tanto! Mas o bom de passar roupa é que a gente começa a pensar em montes de coisas... e algumas das coisas nas quais pensei hoje, são as que seguem:

-Jamais, em nenhum momento de minha vida, eu te desejaria mal. Jamais quereria ver o seu fracasso, e nem ficaria jogando mau agouro sobre quaisquer de seus projetos.

-Eu sempre te receberei de portas abertas, e sempre segurarei a tua mão, não importa o quanto haja de ingratidão.

- Jamais jogaria indiretas contra você; só poderia dizer-te, com sinceridade e muito cuidado, aquilo que eu realmente penso, caso você me perguntasse. E não falaria mal de você 'por trás.' Prefiro fazê-lo 'pela frente.' Acho mais justo.

-Mesmo que eu achasse que você cometeu o maior erro do mundo, eu jamais deixaria de te ouvir. E tentaria entender as suas razões, mesmo que não concordasse com elas. Se eu não conseguisse entendê-las, eu te diria.

Não, eu não sou a Madre Teresa. Não costumo oferecer a outra face. Nunca. Eu só faria tudo isso, por um motivo que talvez você jamais pensasse em considerar. Eu faria isso porque a sua felicidade e a sua vida são muito importantes para mim. 

O motivo pelo qual eu faria isso, é antiquado, careta, clichè.

Eu faria isso porque te amo.

4 comentários:

  1. Que lindo texto, Ana!! Reflexivo! O amor... Quem dera todos nós amássemos uns aos outros incondicionalmente, haveria menos intrigas, disputas, fofocas e maledicências. O amor vence até o que poderia haver de pior em nós! Parabéns! Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Amar é isso Ana, apesar "de", ama-se, e aí está a nobreza desse sentimento, mesmo que não concorde, continua amando, mesmo que tenha ferido, continua amando, também ferimos, também erramos, também preferimos a verdade ainda que fira, ela sempre caberá quando refletirmos. A vida é física quântica, breve, efêmera, o próximo minuto não sabemos, então é por excelência, necessário que vá deixando os pesos inúteis, e seguir leve, deixando a bagagem do que foi ruim, juntando apenas pétalas e as doando a cada passo. Obrigada por essa beleza de texto, e pela tua verdade sempre. Boa noite Aninha.

    ResponderExcluir
  3. BENDITA SEJA A PILHONA DE ROUPA , QUE FAZ AS PESSOAS ENTRAREM NESSE CAMINHO DE AMOR....... SENSACIONAL !! SENSACIONAL !! TOTALMENTE AUDÍVEL !!SUPER ROMÂNTICO !!! olguinha

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...