segunda-feira, 23 de abril de 2012

Por que Nada dá Certo?...



Originalmente publicado no Recanto das Letras



"Por que nada dá certo em minha vida?"

Quando nos fazemos esta pergunta, é hora de parar tudo e olhar para trás.

Não é fácil admitir que erramos ou que magoamos as pessoas ao longo do caminho. Mas, se nos sentimos infelizes, é porque fizemos alguma coisa errada. De repente, valorizamos as pessoas erradas. Ou pisamos em alguém. Talvez, tenhamos deixado que outros assumissem as rédeas de nossas vidas. Motivos não faltam!
Um dia, alguém a quem ajudei saiu de repente de minha vida, e nem sequer se despediu. Não levou em consideração que foi através de mim que ele conseguiu chegar onde está hoje. Culpa de quem? Minha, que confiei no sujeito. Não espero gratidão eterna, apenas consideração. É muito? É demais, esperar que quem bebeu do nosso café não saia quebrando a xícara?
Mas o universo tem um olho clínico para esse tipo de pessoa. É uma pena, não desejo isso para ele, mas logo alí na frente, alguma coisa de errado acontecerá, inesperadamente, e ele nem sequer se lembrará que ele próprio a atraiu. E quem sabe, encabeçará a lista dos "mas o que foi que eu fiz de errado", onde no momento, eu sou a líder.
Bem feito! Quem mandou confiar demais? Quem mandou acreditar que ele não cuspiria no prato que comeu?
Eu já aprendi minha lição. Não foi tão difícil. Aliás, nem perdi muito, pois a quantia que ele ficou me devendo, eu recupero em um mês. Mas é nas pequenas coisas que se mostra o caráter das pessoas. Infelizmente, fiquei conhecendo o dele da forma mais decepcionante. Bem feito outra vez, pois quem espera dos outros, sempre se decepciona.
Dor de barriga não dá uma vez só, e ele vai ficar sabendo disso algum dia.
Mas não é nada agradável sentir que fui usada, descartada e esquecida. Meu Deus, será que as pessoas não enxergam que recebemos de volta aquilo que fizemos? Às vezes, não da mesma forma, mas sempre acabamos perdendo alguma coisa quando saímos pisando nos outros, pena que na maioria das vezes, nunca ficamos sabendo por que estamos sofrendo, pois nossa memória autocrítica é sempre muito fraca.

E o momento de lembrarmos pode não tardar...




3 comentários:

  1. vivemos em círculo até em nossas açoes, o que recebemos, na verdade o devemos... o que será que voce devia para receber essa ação de outro? e quantas vzes, acontecerá, até que se perdoe... muitas vzes não é a mesma pessoa que pratica o ato seu credor... voce pode ter feito a alguem, mas mas recebeu de outro, a mesma moeda... a lei da ação e reação é muito bonita e intrigante... 'nao faças ao outro o que nao queres pra ti'... o universo é perfeito. bjuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. clareando... a mesma moeda é relativa na ação, nao quer dizer, obrigatoriamente, que tenha tomando empréstimo de alguem e nao pago... são muitas as interpretações... aí, pode se referir ao ato de enganar... e muitos outros... sao coisas bastante relativas...bjuuu

      Excluir
  2. Ana, havia lido no site, e considero aqui que nunca perdemos por ajudar, estender a mão, o bolso, por a mesa, servir café junto com confiança. Dói, dói sim e muito. Na esfera das amizades, deixa cicatrizes que vez ou outra sangram. Somos seres em aprendizado constante, então aprendemos um pouco mais com as decepções, e até quando decepcionamos alguém. O caráter é reforçado, pelo ato de pedir perdão, voltar e reconhecer que errou. E por certa querida, se plantamos melão , não colheremos melancia.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Até um Dia!

Olá, pessoal! Por motivos pessoais, estarei fora da rede durante alguns dias. Volto em breve! Abraços! ...