domingo, 15 de abril de 2012

Diferentes Momentos da Minha Esperança





A Esperança

Em um mundo de homens que caminham
Trôpegos,
Buscando sonhos que se alongam
Sôfregos
Há uma janela bem no alto
Erguida
D'onde nos olha, a Esperança
Frígida.

Ah, Esperança caprichosa, 
Cínica,
Ria de nós, mulher maldosa,
Cítrica!
Estende o teu tapete longo
E rôto
Que passaremos por sobre esse
Esgoto!





A esperança não é a última que morre, mas a última que deve nascer. Antes dela, precisamos da ação. 

Muitos confundem esperança com esperar, e acabam não agindo quando devem agir. É como naquela piada, em que, durante uma enchente, uma pessoa reza para que Deus lhe salve, e apesar de passarem alguns botes que tentam resgatá-lo e um helicóptero, ele sempre responde dizendo: "Não! Ficarei aqui, Deus vai me salvar!" Acaba morrendo, e ao chegar ao céu, indaga a Deus: "Por que não me salvaste?" No que Deus responde: "Mas em mandei dois botes salva-vidas e um helicóptero!" 

Isso não é esperança; é comodismo.

É engraçado, mas é assim... algumas pessoas vivem dizendo: "Eu tenho esperanças de que um dia, minha vida vai melhorar!" Mas o que elas fazem para que isso venha a acontecer?...

A esperança é o nosso último recurso, que deve ser usado apenas quando não há mais nada a ser feito. Ela é a beirada de um riacho, cujas águas, são o milagre. Quando recorrermos à esperança, que saibamos acreditar em milagres. Alguém já disse que o mais incrível a respeito dos milagres, é que eles acontecem!

Mas até mesmo a esperança não pode ser arrastada atrás de nós a vida toda, ou ela se torna um fardo. Existe o momento de olhar para trás e dizer: "Fiz tudo o que eu podia. É hora de desistir e tentar outro caminho." 

Nessa hora, devemos esquecer a esperança e procurar outras certezas.


¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨_¨

'A esperança é a mãe de todos os milagres, mas sofre muitos abortos espontâneos.' - Ana Bailune

3 comentários:

  1. boa noite ANA. muito lindo seu texto.é verdade carregar esperança não deixa de ser um fardo. para alguns dura pra sempre essa carga , para outros ela nem existe. ou apenas deixa de ser. !! aplausos mil . bj

    ResponderExcluir
  2. Integralmente de acordo. Gostei muito quando dizes que a esperança deve ser nosso último recurso, depois das tentativas (ação). Realmente é fácil confundirmos esperança com comodismo e inércia. A inércia para os problemas sem solução, pois os mesmo solucionados estão. Parabéns senhora cronista Ana Bailune. Eu, Marcelo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Não Tenho Mais Nada Contigo

Estou escrevendo estas linhas  Só para deixar bem claro: Não tenho mais nada contigo. Teu rosto não faz mais figura...