segunda-feira, 23 de abril de 2012

DEUS NÃO VAI VOLTAR!









Sentada na pedra, esperava,
Esperava até cansar...
Não ouvia quem dizia:
"Olha, Deus não vai voltar!"

Fitava o horizonte tão reto,
Tão reto, de desesperar...
Sonhava com sinos tocando,
Mil trovões a ribombar!

Sentada esperava, mais nada;
Teimava em fixar o olhar
Lá nas ondas do oceano,
Para ver Deus caminhar...

Não ouvia quem dizia
Insistente, sem parar:
"Olha, vem viver a vida,
porque Deus não vai voltar!"

Escrevia cartas na areia,
Escutava as conchas do mar,
Tentando ouvir a Palavra
Que a iria resgatar!

Mas Deus a olhava com dó
E complacência, a sorrir:
"Como poderei voltar
Se jamais cheguei a ir?" 







3 comentários:

  1. bela reflexão em poesia .. inspiradissima por aqui ..... parabens sempre ! olguinha

    ResponderExcluir
  2. Olá!!! Parabéns por mais este texto. Certamente, não podemos considerar a volta de DEUS, conforme o calendário humano (tempo e lugar). Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Deus volta em cada instante, em cada ciclo de um ovular, Deus é o nosso olhar, o comprazimento do amor.
    Tua poesia é verdadeira Deus não vai voltar:
    "Mas Deus a olhava com dó
    E complacência, a sorrir:
    "Como poderei voltar
    Se jamais cheguei a ir?"

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...