segunda-feira, 23 de abril de 2012

DEUS NÃO VAI VOLTAR!









Sentada na pedra, esperava,
Esperava até cansar...
Não ouvia quem dizia:
"Olha, Deus não vai voltar!"

Fitava o horizonte tão reto,
Tão reto, de desesperar...
Sonhava com sinos tocando,
Mil trovões a ribombar!

Sentada esperava, mais nada;
Teimava em fixar o olhar
Lá nas ondas do oceano,
Para ver Deus caminhar...

Não ouvia quem dizia
Insistente, sem parar:
"Olha, vem viver a vida,
porque Deus não vai voltar!"

Escrevia cartas na areia,
Escutava as conchas do mar,
Tentando ouvir a Palavra
Que a iria resgatar!

Mas Deus a olhava com dó
E complacência, a sorrir:
"Como poderei voltar
Se jamais cheguei a ir?" 







3 comentários:

  1. bela reflexão em poesia .. inspiradissima por aqui ..... parabens sempre ! olguinha

    ResponderExcluir
  2. Olá!!! Parabéns por mais este texto. Certamente, não podemos considerar a volta de DEUS, conforme o calendário humano (tempo e lugar). Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Deus volta em cada instante, em cada ciclo de um ovular, Deus é o nosso olhar, o comprazimento do amor.
    Tua poesia é verdadeira Deus não vai voltar:
    "Mas Deus a olhava com dó
    E complacência, a sorrir:
    "Como poderei voltar
    Se jamais cheguei a ir?"

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Até um Dia!

Olá, pessoal! Por motivos pessoais, estarei fora da rede durante alguns dias. Volto em breve! Abraços! ...