segunda-feira, 23 de abril de 2012

DEUS ESCUTA








Lanço palavras ao ar,
Preces desesperadas
E Deus me escuta,
Sentado
À beira da estrada.

Convida-me,
Sento-me ao Seu lado
E Ele segura minha mão.
Diz-me:

"Sabes que te ouço,
Mas também sabes
Que talvez 
Os planos que tracei
Possam não ir ao encontro
De teus desejos.

"Aquilo que chamas
De tragédia e morte,
É tudo o que não sabes
Sobre o outro lado,
Onde a vida vos aguarda."

Assim dizendo, Ele se levanta
Dá-me um último sorriso
E se afasta.
Eu fico sentada,
E continuo a dizer
Preces desesperadas.

Um comentário:

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Mandrágora

Teu Nome – raiz de mandrágora Perpassando o meu caminho, Me fazendo tropeçar... Um dragão adormecido Em isolada cave...