quinta-feira, 19 de abril de 2012

PEDAÇOS DE NÓS



Pedaços de dentro,
Pedaços de fora
Pedaços que ficam
E que vão embora
Na cauda do vento,
Na água da chuva,
São partes de hoje,
São cantos de outrora.

Pedaços maiores,
E outros pequenos,
Pedaços estranhos
Que não conhecemos
Mas nós pertencemos
A cada pedaço,
A cada estancar
E a cada passo.

Pedaços inteiros,
Outros, aos pedaços...
Pedaços que morrem
Dentro de um abraço...
Alguns que se soltam
Se perdem no mundo,
Jamais retornando,
E não deixam traços...

Pedaços daqui,
Pedaços de lá,
Palavras que calam,
Silêncios que falam...
Peito que se expande
E explode em pedaços
E em gotas de sangue,
Libação dos paços...

Um comentário:

  1. e aos pedaços vao se contruindo a vida dia a dia .. num verso eterno de ter existido cada minuto... lindo !!!! boa noite ! olguinha

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Até um Dia!

Olá, pessoal! Por motivos pessoais, estarei fora da rede durante alguns dias. Volto em breve! Abraços! ...