sábado, 7 de abril de 2012

A rosa não mora mais aqui







Imagem deixada em um jardim,
Mancha de cor
Que aos poucos, se vai,
Deixando de si
Um perfume
Que se esvai...

Nem um som,
A não ser o das asas das borboletas,
A não ser
O beijo do vento
Que ela recebe
E deixa ir...

Uma mancha de cor,
Um perfume suave
Que, ao chegar,
Já cheira a adeus...

Não venha amanhã, venha já!
Vem olhar a rosa,
Pois ela já quer se desfolhar!
Vem olhar a rosa,
Esquece a lida,
Esquece a prosa,
Vem colher poesia
De suas pétalas macias!...Porque... depois,

A rosa não mora mais aqui,
Ela se foi para sempre,
Embora nos deixe as sementes...




Um comentário:

  1. Deixe a rosa aonde está, não colha a rosa, deixe a rosa aonde está até que se vá.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Não Tenho Mais Nada Contigo

Estou escrevendo estas linhas  Só para deixar bem claro: Não tenho mais nada contigo. Teu rosto não faz mais figura...