DEVOÇÃO





Ama-me, este cão,
Cobre-me com seu olhar amado,
Deseja minha presença,
Quer-me ao seu lado,
Sem nem sequer pedir compensação.

Compreende-me em silêncio,
Não indaga,
Dedica-me o calor de suas patas,
E o seu amor sincero - devoção...

Ama-me, e como,
Este cão,
Esta inocente e pura criatura,
Que alguém mandou dos céus com a missão
De ser o meu anjo guardião...

Ama-me, sem nada pedir em troca,
A não ser, um pouco de carinho,
A não ser, uma gota de atenção.

*

Comentários

  1. Lindo e eles nos amam assim mesmo. Agora mesmo estava aqui brincando cm a CUCA que me provoca se me vê quieta,sr beijos,ele é lindo! chica

    ResponderExcluir
  2. Lindo e precioso... impossível não se apaixonar...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Texto de muita sensibilidade, Ana, parabéns! Abraço!

    ResponderExcluir
  4. muito bonito este poema dedicado ao seu cão
    estes pelo menos dão sempre amor e não exigem nada em troca
    um poema comovente
    boa semana

    beijo

    :)

    ResponderExcluir

  5. Lindo o amor incondicional dos cães.
    Linda ficou sua poesia inspirada por seu cãozinho.

    Beijo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

VIDA

Sentidos