sábado, 30 de junho de 2012

Sentir de Poeta



Muita gente não entende,
E mal-interpreta
O sentir do poeta.

Ele pode ser um tanto asceta,
Guru de si mesmo,
E isolar-se
Em  eu campo de palavras
Que ele mesmo lavra e colhe.

Alguns dizem-no louco,
Outros, o dizem vaidoso,
Exibido, ultrassensível
E há quem o diga mentiroso...

Mas na verdade, o poeta
Só tem compromissos
Com as palavras que ele junta
Criando novos sentidos.

No fundo, o poeta não tem amigos
Ou desafetos, quando escreve...
Ele apenas descreve
O momento breve, ou a vida toda
Em versos que nascem
E após o parto,
Não mais lhe pertencem.

Pois o sentido original
Que o poeta quis prender
Ao poema que pariu,
Desvirtua-se, recria-se
Nos olhos de quem o lê.




8 comentários:

  1. Uma vez um amigo
    me contou sobre uma antiga
    paixão
    li numa revista um soneto
    de versos apaixonados
    acabei escrevendo um poema
    de amor para uma amada
    eu que nunca amei
    e nunca tive uma amada
    nunca senti estas coisa
    de paixão
    eu e meu camaleão somos
    amantes da solidão
    é o meu poema mais lido
    e por ele recebo muitas
    solidariedade
    e compaixão.
    Eu sou apenas o poeta.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  2. Lindo e intenso, poeta é tudo isso que descreveste, beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi preciosa Ana,
    lindos são teus textos,
    já te seguindo por dois blogs meus, e já te convido a seguir-me
    por Amigos virtuais (QUE ESTOU COMEÇANDO AGORA) e AMIGOS QUE FICAM! Ou seja dois Blogs num perfil só, venha!!!
    Cheiros
    Eu! Leilinha

    ResponderExcluir
  4. Gostei.
    Virei mais vezes.

    Sobre a utopia?
    Sobre nossos sonhos?

    Ahhh, temos tanto a conversar. E fico muito feliz por isso.

    ResponderExcluir
  5. A cada um soa de um modo diferente e vai depender muito do momento que o leitor está vivendo. Por isso a poesia é pura magia. Abrçs.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Adorei estar aqui seu texto é maravilhoso!

    Vou deixar um beijo e agradecer o carinho!

    Estou esperando por você no Alma!!

    ResponderExcluir
  7. Fantástico e gostoso saber as variáveis de num sentir de poeta

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...