quarta-feira, 27 de junho de 2012

Espíritos








Mil espíritos me cercam 


Me acalentam, me atormentam. 


Uns riem da minha dor, 


Outros choram, se me lamento. 



Alguns povoam-me os sonhos, 


Outros causam pesadelos. 


Se uns provocam-me a queda, 


Outros desdobram-se em desvelos... 



Mil espíritos me cercam, 


Reinos, turbas, hordas, levas. 


Alguns são espíritos de luz, 


Outros, espíritos das trevas. 



E eu, no meio deles todos, 


Sou humana, sou mulher. 


Tenho um coração de anjo 


Com um toque de Lúcifer.

8 comentários:

  1. Ana,na verdade estamos sujeitos a todo tipo de influencias espirituais,daí a necessidade de estar sempre em boa sintonia para filtrar essas companhias!Uma linda e esclarecedora poesia!bjs,

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana!
    Poesia para pensar muito!
    A vida que nos cerca é feita destas inquietudes, algumas nos "acalentam, outros nos atormentam."
    Há um mistério muito profundo nesta bateria vivencial entre espíritos.
    Eu gosto de acreditar naquele que se desdobra em desvelos...
    E realmente! Não podemos negar que temos um toque indesejável a ser trabalho o tempo todo.
    Um grande abraço com carinho

    ResponderExcluir
  3. Saber escapar dos maus e ter por perto os bons...Linda poesia!beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Estava com saudades de ler seus poemas, Ana, dei um tempo na correria e passei para prestigiar. Em breve estarei com mais tempo. Abraço! Lia

    ResponderExcluir
  5. Afff Ana..to fora,rsrsrs muito espirituosa
    sua poesia.\\Bjus\Flor*

    ResponderExcluir
  6. Eles nos cercam e nos acompanham. Trazem suas influências benéficas e funestas. Se temos a alma em paz, não nos perturbarão. Deixarão seu coração de anjo prevalecer (rss). Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Uma definição forte amiga.
    Mas que a vida seja ela toda de bons e pelo bem sempre.
    Meu abraço Ana.

    ResponderExcluir
  8. Poema incomum. Ritmo perfeito e inspiração em voo livre. Depois falo mais.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...