quinta-feira, 14 de junho de 2012

FIM


..E todos correram, assustados,
Na direção da porta aberta
E da única luz que brilhava!

Lá fora, tudo desmoronava,
Lá dentro, a esperança
De uma salvação que os resgatava!

Ouviam os gritos daqueles
Trancados do lado de fora,
Os que não tiveram acesso...

Pensavam que para eles,
Não haveria outro caminho,
A não ser, o retrocesso.

E quando o fim chegou,
Todos morreram, ao mesmo tempo:
Os do lado de fora
E os do lado de dentro.



Um comentário:

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Não Tenho Mais Nada Contigo

Estou escrevendo estas linhas  Só para deixar bem claro: Não tenho mais nada contigo. Teu rosto não faz mais figura...