quarta-feira, 13 de junho de 2012

MINIPOEMAS - Natureza





Grama cortada 


Cheiro de grama cortada 


Lá fora, uma paz concluída, 


Cá dentro, uma alma fechada... 


~~~~~~~~~~~ 


Céu e Nuvens 


Quantas nuvens há no céu, 


Para onde vão todas elas? 


A resposta está no vento, 


Mas nem mesmo ele a conhece! 


~~~~~~~~~~~ 


Passarinhos 



Final de tarde, aperta a fome, 


Passarinhos procuram por algo 


Que lhes alimente os sonhos 


Até a manhã seguinte... 


~~~~~~~~~~ 


Aranha 



Na teia, aterrorizante, 


O ícone dos meus medos!... 


Uma aranha está imóvel 


Com os olhos bem atentos! 


~~~~~~~~~~ 


Montanha 



Todo o esforço da subida 


A paisagem recompensa... 


~~~~~~~~~~ 


Hera 


O muro coberto de hera 


fantasia-se de verde... 


mas debaixo do verde, há um muro, 


Frio, liso, escuro e duro! 


~~~~~~~~~~ 



Estrelas 



As estrelas se derramam 


Por sobre o pano da noite... 


Cá embaixo, distraídos 


De tanta beleza, os homens! 


~~~~~~~~~~ 


Riacho 



O rio contou-me um segredo, 


Mas logo correu a passar... 


Levou consigo o sentido 


Para as profundezas do mar... 


~~~~~~~~~~~~ 


Cachorrinho 



Um cachorrinho latia 


Para os fantasmas da noite 


Só ele é quem percebia 


Da morte, a fria foice... 


~~~~~~~~~~~~ 


Vaga-lumes 


Pousados sobre o cipreste 


São como luzes natalinas! 


~~~~~~~~~~~ 




~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ 

























Um comentário:

  1. Muito muito, Ana! Cada quadra deve ser levada ao cubo de tanta beleza, sensibilidade e desenvoltura. Quando faltam as palavras, melhor é !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Ah!, tá um luxo só a sua nova página!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...