segunda-feira, 18 de junho de 2012

Amor & Dor



Por que rimamos 
'Amor' com 'dor?'
Há outras rimas:
Torpor,
Langor, 
Seja o que for...
Mas ao rimarmos
'Amor' com 'dor,'
Nós promovemos
O desamor...

A vida rima
Com mil palavras,
E as rimas, sejam
Ricas ou pobres,
É o poeta
Quem as escolhe...

E quando, acaso
A vida manda
Rimar a si
Com 'descabida',
'vida bandida'
'Desiludida,'

Rendo-me a ela,
Mas logo, então,
Procuro outras
Rimas mais ricas,
Mais adequadas.

'Amor' e 'dor'
São só palavras
Que andam juntas
Ou separadas
Nos mil momentos
Que a vida escreve
E que assinamos
Por essa estrada...

10 comentários:

  1. Esta é a verdade da vida! Nós é que escolhemos como viver melhor! Adorei, Ana! Carinho, Aninha

    ResponderExcluir
  2. A técnica de rimar está além da forma, nasce em algum ponto do nosso pensamento, isso se o poema tiver vida, algo que eu chamaria de elo, como este poema aqui. Ótima semana para todos nós, Ana, Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Super lindo seu poema Ana...você escreve muito bem, é uma riqueza em inspiração...gosto muito de te ler.
    Boa semana, um abraço
    Valéria

    ResponderExcluir
  4. Realmente, amor e dor, são as palavras mais cabíveis em um poema, mas cabe a nós recheá-lo de outras palavras rimadas. Bom dia Aninha.
    Beijo.
    Ivany

    ResponderExcluir
  5. Ana: Bom dia!!! Com ou sem alegria, poderemos um dia, mesamo rimando amor com dor, entender que sempre que se sabe o sentido certo da palavra amor, com ou sem sem favor, rimando ouy não rimando, será possíve3l seguir amando enquanto iremos eliminando o que estiver doendo. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. "O amor Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba." (1º Cor. 3:4-8)
    Boa semana Ana, na presença de Jesus!

    ResponderExcluir
  7. Olá Ana! Belo poema! Talvez amor e dor caminhem juntos em tantas rimas porque o afeto traz consigo uma enorme ambivalência: ao mesmo tempo em que fortalece, pode também fragilizar.

    ResponderExcluir
  8. Ana,boa dica!Vou ficar mais observadora na hora de rimar!bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  9. A questão da rima, mais precisamente esse lance de ser rima pobre ou rica, eu penso que se a rima é pobre ela fica rica se consegue dizer tudo, tem conteúdo; agora, a rima rica pode ficar pobre se, por outro lado, faltar conteúdo, não dizer coisa com coisa. Mas, legal, tudo o que faz a gente refletir é grande, e o seu poema me fez refletir. Uma boa noite, Poeta e Escritora!!!!

    ResponderExcluir
  10. A rima é um dos componentes
    do poema
    cabe ao poema e ao poema
    o seu momento
    há poemas sem rimas
    outros que se tornam belo
    pelo jogo de rimas
    sempre gostei
    cabe ao poeta inovar
    criar e ter talento para
    colocá-las nos versos
    é um tempero maravilhoso
    claro que amor e dor
    rua e lua
    já estão batidas demais

    Teu poema acabou usando
    como conteúdo poético
    e ficou belo
    nesse caso amor e dor
    nem enjoou.

    Luiz Alfredo - poeta.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...