quinta-feira, 18 de abril de 2013

Não Tem Importância...














Acredite-me, 


Não tem importância - pelo menos, 


Não tanto assim - 


Aquilo que eu penso ou digo, 


Sou apenas uma voz 


Clamando no próprio deserto, 


E decerto, 


As minhas areias 


Não vão sujar 


Tuas aldeias! 






Acredite, 


O vento sopra ao contrário, 


Meu cheiro e o teu 


Jamais hão de misturar-se, 


E as minhas pegadas 


Nessa areia amaldiçoada 


Hão de sumir nas tempestades. 






Portanto, não te incomodes, 


Pois cada estrada é solitária, 


Cada destino é só mais um, 


É tão leve, cada palavra, 


Mesmo aquela que sangra, 


Mesmo aquela que mata! 














3 comentários:

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Não Tenho Mais Nada Contigo

Estou escrevendo estas linhas  Só para deixar bem claro: Não tenho mais nada contigo. Teu rosto não faz mais figura...