quinta-feira, 25 de abril de 2013

EXAGERO





Exagero


Mandei buscar uma estrela 

Para bordar o teu casaco 

A lua minguante, tiara 

Para ornar tua cabeça. 


Colhi uma espécie de cada 

De todas as flores que existem 

Mandei colocar em vasos 

Para enfeitar tua casa. 


As gotas da chuva de ontem, 

Recolhi, e pus na fonte 

Mandei desaguar em um rio 

Que passa pela tua porta. 


Colhi alguns raios de sol 

Com eles, fiz um enfeite 

Coloquei-o sobre a estante 

Apenas para teu deleite. 


Aluguei um aviãozinho 

Mandei escrever o teu nome 

E o meu, no céu azul 

Pra saberem que te amo. 


Mas isto tudo foi ontem, 

Hoje, já mudei de ideia... 

Acabou-se todo o encanto, 

E o efeito do feitiço. 


Quase não existem rimas 

Para compor-te um poema, 

E a métrica perdeu-se 

Quando o amor saiu de cena... 



3 comentários:

  1. É mesmo um EXAGERO! Um exagero de talento isso sim.

    Eu já te falei que tu lembras Cecília Meireles? Ah, que delícia ler-te minha amiga.

    O amor está em ti, sabes... Por isso que escreves assim, tão lindo.

    bacios cara mia

    ResponderExcluir
  2. ah o amor! que encanta e desencanta e faz com que versamos destas belezas!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AH, OS ITALIANOS! - Parte I

Eu em Veneza - Gondoleiro! Durante nossa curta estadia na Itália, não ficamos em hotel. Alugamos um pequeno apart...