Passos Amarrados



Amarrei meu passos 
À tua vida,
Para que eu nunca te deixe,
Para que nunca me deixes
E que jamais nos distanciemos.

Amarrei meus passos, em vão...
Pois na ânsia, eu me esqueci
Do quanto é livre, sempre,
Cada coração.

.
.
.

Comentários

  1. Verdade, Ana, o coração costuma ser livre, porém nem sempre, às vezes o temos preso a outro coração. Penso que só gozamos de inteira liberdade no pensamento. Livre ou não o coração, seu poema ficou belo.

    ResponderExcluir
  2. As vezes quremos nos amarrar a outras pessoas e queremos amarrá-las a nós... Mas tirar a liberdade de escolha e de ir e vir, nunca dá certo!

    Muito bom o seu texto!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

Sentidos

VIDA