Beira do Sempre








Sentada à beira do sempre,
Coração envolto em sol,
Observo o que se passa
Quanto àquilo que não passa...

A saudade vem e grassa,
Gasta as beiras do presente,
A memória acorda e sente
O que não foi apagado.

Sentada à beira do sempre, 
Eu fico, pranto calado...




                                         


                                         

Comentários

  1. Que lindos versos amiga Ana, é verdade, a saudade dói mesmo, algumas vezes até é bom, mas em muitos casos, principalmente se for por paixão, ah, paixão, paixão é sinônimo de dor!!!
    Abraços e uma boa noite!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Ana
    penso que sentir saudade É a maior prova de que algo/alguém valeu a pena, apesar que nem sempre é querer ter de volta, e só é gostosa quando não ha dor.
    Boa noite
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Muito belo, Ana, singelo e de profunda sensibilidade, parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo poema sobre a saudade, Ana, construção poética encantadora!

    ResponderExcluir
  5. Ana faz de tudo bonito. Até quando a saudade rói, rói a existência de alguém e esconde coisas da memória, com Ana fica bonito, enquanto que para muitos deve ficar sob pedra. Ana é de uma sensibilidade literária que se explode a sete cores a qualquer momento. Parabenizo-a, antes de lhe agradecer-lhe por tantas linhas bonitas.

    ResponderExcluir
  6. Versos de pura saudade
    que nos faz realmente sentir
    saudade
    que passa
    mas algo fica
    não passa
    amei estes versos dialéticos
    lindos
    estéticos
    tem a força de um soneto
    modificado belamente
    me deparei com novo blog
    com esta chuva de rosas
    também plantei uma roseira
    é meu encanto

    seja feliz poeta

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  7. Preciso voltar com calma a este poema, sem dúvida. Ana: estou cansado, foi um dia de muito estudo e pouco descanso. Indo dormir. Sereno, sereno depois de te ler. Como o blog cresceu! - Boa noite.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

Sentidos

VIDA