domingo, 14 de abril de 2013

DIMENSÃO







Dimensão


Tudo fica bem maior à noite;
O amor, o silêncio,
A alegria, a tristeza,
A solidão, a dor...

Tingido de negro,
Salpicado de estrelas,
O sentimento se abre,
Se expande, se revela,
Pinta na tela da vida
A verdadeira dimensão das coisas.

Ah, e se chove!...
Os pingos no telhado,
São como avisos martelados
Daquilo que não queremos
Ou achamos que não devemos enxergar!...

A noite revela todas as mentiras
E todas as verdades,
Tirando todos os disfarces da alma,
Aumentando todas as saudades!

E vem a madrugada lentamente,
Se aproxima de nós qual lenitivo
Que nos oferece mais um dia ,
Mais uma chance de esquecer,
De achar que superamos,
De fingirmos não perceber...














7 comentários:

  1. Somos assim mesmo. Muitas coisas que temos dentro, ou não queremos enxergar, ou simplesmente negamos.

    Abraço,
    Jorge

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema!
    É bem assim, pois é mesmo a noite que deparamos com nosso "eu", sempre me ponho a refletir sobre mim e minha vida, encontro respostas nessas horas, amo a noite!
    Sonhar então, adoro, acordo e faço esforço para recordar os sonhos, sempre consigo.
    Amei os versos e concordo, a noite revela mesmo todas as nossas fraquezas e fortalezas!
    Abraços amiga poetisa!

    ResponderExcluir
  3. Belo poema, Ana. Realmente, a madrugada é reveladora, as máscaras caem...

    ResponderExcluir
  4. Olá Ana, e que tudo esteja bem!

    Muitas verdades expressas nestas tuas belas e elaboradas palavras deste teu escrito, bem intenso.
    Talvez quando chega a noite em nosso aconchegante lar, ouçamos as palavras do silêncio, ou nossa própria consciência nos indicando onde acertamos ou, erramos em nossa conduta durante o dia!

    E por cá houve mudanças, sempre está belo este teu canto, e deveras agradável, parabéns pelas postagens que sempre fazem pensar, obrigado pela amizade e visitas, e assim desejo que teu viver seja sempre de felicidade intensa, abraços e, até mais!

    ResponderExcluir
  5. O escuro da noite não encobre os sentimentos, coloca-os em evidência. Mas a alvorada, só de nos levar à sensação de que tudo vai ser diferente, no novo dia, já é compensadora. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Exageros

    Assisti a um vídeo na internet no qual uma drag queen montada dava palestras em uma escola para crianças que, aparentemente, t...