terça-feira, 2 de abril de 2013

A Tua Voz






Disseste,
Mas depois,
Disseste que não...
E o eco ficou,
Paralisado
Entre as paredes
Do meu coração.

Tua voz contida,
Palavra desabrida,
Sílaba fendida,
Desenganos
Presos nas rodas da vida,
Nas engrenagens corroídas...
A tua voz
Ecoando na minha.

Se abro a boca,
Tu falas,
Se a fecho,
Tu calas...


10 comentários:

  1. Bom dia Ana, lindos versos, nossas vidas sendo reflexos de outras vidas!
    Tens um lindo dom poético, amo te ler e é um prazer poder trocar ideias com você!
    Tenhas um lindo dia minha nova amiga!

    ResponderExcluir
  2. TANTO DESENCONTRO ASSIM, NÃO DA MAIS CERTO MESMO.

    MAS LINDO E TOCANTE.

    JÁ FALEI QUE SOU SUA FÃ?
    SEI QUE JÁ DISSE, MAS REPITO MESMO ASSIM!

    BJS NO TEU CORE.

    PATTY.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ana
    Perfeita sintonia, ditada pelo encantamento e emoção, daquilo que ficou parado no ar. Amei.
    Bjux

    ResponderExcluir
  4. O eco vem de profundidades inimagináveis! Divina poesia, Srta. Abração

    ResponderExcluir
  5. Após o meu regresso aqui estou de novo consigo, um pouco.
    Espero que a amiga esteja bem. Como sempre excelentes posts.
    Um beijinho
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana! foi muito importante a tus visita e o comentário que deixou na minha poesia. Obrigada!
    Volte sempre aquele cantinho é nosso.
    Quanto as suas postsgens, sempre perfeitas. Como voc~e mesmo iniciou o texto:"Aquilo a que me dedico com amor tende a florescer." Tudo que voc~e faz é com amor, por isso é tudo lindo e perfeito. Parabéns!! Bjus

    ResponderExcluir
  7. Ouve-se no silêncio! Lindo!
    (Não tenho recebido informações sobre suas publicações, através do google. Parou de compartilhar?)
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Poema arrancado da sua alma e plantado na nossa. Deve ter doído. Sua dor, nossa alegria.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Anoitecer Suavemente...

Anoitecer devagarinho, Suavemente, Como uma teia de aranha que voa Pelo ar, Brilhando sem se notar... Anoitecer sem p...