terça-feira, 14 de maio de 2013

Se Fosse Vazio










Se fosse vazio, 

Não contaria, 

Não seria nada, 

Ninguém veria, 

Sequer seria, 

Não doeria. 

Se fosse um buraco, 


Eu passaria, 

Sem perceber, 

Seguiria 

No caminho 

Onde estou. 


Se fosse vazio, 

a gente encheria 

Com o que quisesse, 

Com o que houvesse, 

E inventaria 

Uma nova história 

Sobre o que restou. 


Se fosse uma nuvem 

Ela passaria, 

Choveria, 

Evaporaria, 

Sem qualquer mancha, 

Qualquer mácula 

No azul. 


Se não fosse nada, 

Seria mais fácil; 

Mas o que dói, 

É o que preenche, 

O que a gente sente, 

E jamais esvazia. 





10 comentários:

  1. O que preenche tem a cor do nosso coração.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Quem quer ser vazio, ainda que para fugir ao sofrimento?
    Lindo!

    ResponderExcluir
  3. Ana Bailune

    Assim é, se não fosse a gente passava e inventava, nem mais.
    O teu belo poema vem dar razão a um pensamento que li, não há muito tempo:
    "Quando Adão dizia alguma coisa, ele tinha a certeza de ser o primeiro homem a dize-la"
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Muito belo, Ana! O que dói, existe. O vazio apernas pode incomodar, mas dá-se um jeito. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Olá!Boa noite
    Ana
    Bem.... creio que se fosse vazio,(que não conseguimos esvaziar), cada qual com sua medida, falta de algo...penso que a única forma de preencher esse vazio é enchendo-se de si mesmo, vivendo para si mesmo.. Viemos ao mundo como seres pensantes, livres, que não se deve deixar se escravizar seguindo o que os outros querem que siga ou seja. Quem tem uma vida preenchida por seu verdadeiro eu jamais saberá o que é ter vazio.
    Obrigado pelo carinho da visita
    Boa semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana, bela poesia. Com certeza, quem tem a vida preenchida com coisas importantes não tem vazio nem cai na inerssia. Quem tem a vida vazia vive perdido , sem rumo, sem ser feliz. Parabéns querida pelo post, adorei. Bjuss

    ResponderExcluir

  7. Lindo, Ana!

    Não existe vazio onde há dor.
    Infelizmente, o que dói ocupa todos os espaços em nosso coração e alma.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Ah minha amiga o teu poema é bem profundo, sabe esta dor quando preenche e toma conta do vazio é uma das piores coisas que pode acontecer, eu falo de carterinha deixei me levar pela dor e você é testemunha de quantas vezes deste o acontecido eu me afastei da net, estou retornando e tentando transformar esta dor em algo útil, afinal é puro egoísmo meu com tantos e tantos que sofrem nesta terra, então vamos lá, arregaçar a manga e seguir e peço aos amigos que se eu deixar acontecer de novo me passem um sabão, egoísmo tem limite, beijos Luconi

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

VOLTANDO...

Veneza Olá, pessoal! Estive fora por uns dias, realizando um grande e muito antigo sonho: conhecer a Itália! Foi uma experi...