terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Simplesmente...





Vê, sente,
Que a vida é só a vida,
Que nela navegas, simplesmente,
E nem é preciso
Que tentes,
Basta que existas...

Colha mais flores,
Passe dançando
Pelas avenidas,
Esqueça as dores sentidas,
Pois a vida,
É só a vida!

Não seja lógico,
Esqueça o relógio,
Deixa-te ser 
O que for preciso,
Conforme o momento,
Entrega-te às mãos do tempo,
E ele te molda,
Te solda,
Prende e afrouxa!

Simplesmente não tentes,
Vá e faça,
Perca o medo,
Acolha a graça!
Confie na vida,
Tenha fé
No que ela trará
E mesmo errando,
Acertarás...

Pois o ruim, é não tentar,
Não se soltar,
Valorizar o medo,
Temer o segredo,
Estancar!
Quando a  vida
Nada exige de ninguém,
E o que convém,
É confiar, é ser, é aceitar,
Agradecer por tudo
E amar!


*


"Deixa a vida me levar, vida leva eu..." - Zeca Pagodinho




3 comentários:

  1. Lindo de verdade!
    Tudo que precisamos realmente é viver, sem querer adivinhar o que vai acontecer amanhã, sem desesperar diante dos erros, sem desanimar diante do obstáculos.
    O que precisamos mesmo é viver e acreditar que sempre haverá um Ser Maior e Poderoso olhando por nós, não sei como os outros chamam esse Ser, mas eu O Chamo de DEUS.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Ana
    Fiquei maravilhada com tudo que vi por aqui, como escreve bem! Não sabia em qual post comentar! Todos com sua importância e cada um merece ao menos um comentário! Esse poema é de uma força muito extraordinária, que nos leva a uma bela reflexão. Parabéns por tudo e continue sempre assim!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

VOLTANDO...

Veneza Olá, pessoal! Estive fora por uns dias, realizando um grande e muito antigo sonho: conhecer a Itália! Foi uma experi...