sábado, 2 de fevereiro de 2013

Descubra o que te Mata







Descubra o que te mata
Antes que tua alma
Triste e acorrentada
Resseque, murche e caia
Qual flor, do Pé da Vida.

Toda essa dor que levas,
Toda essa eterna luta
Contra as externas trevas,
São apenas um desvio
Do verdadeiro caminho
Que tu não queres seguir.

Antes daquela curva,
Pare e pense um segundo:
É este, verdadeiramente
O teu mundo?

Por que te tolhes,
Te matas,
E engoles
Todo esse fel
Que os outros te servem
Aos goles?


*

3 comentários:

  1. Minha linda, não se perturbe, se nestas primeiras semanas de aulas, eu não aparecer todo dia, são os trabalhos da escola.Mas, eu virei...
    Tenha um excelente fim de semana,
    Beijos,

    ResponderExcluir
  2. Descarte aos poucos o que te mata...

    Beijos e flores.
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Certo é que esta bebida amarga nos é servida.
    Sábia a nossa decisão de descarte.
    Belo trabalho Ana.
    Abraços com carinho.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Até um Dia!

Olá, pessoal! Por motivos pessoais, estarei fora da rede durante alguns dias. Volto em breve! Abraços! ...