quarta-feira, 2 de maio de 2012

CIGANO



Meu destino está nas cartas
E as cartas, na mão.

Sou o meu próprio cigano
caminho dentre os arcanos
Deste jogo que é a vida.
Posso ler o meu passado,
Jogo com destreza o dado
Do futuro que me invita.

Meu destino está nas cartas,
E as cartas, na mão.

Ponho à prova minha fé
Lendo a borra do café
Que dorme no fundo da xícara.
Psicografo mensagens
Dos anjos e dos demônios
Que fazem de mim sua cítara.

Meu destino está nas cartas
E as cartas, na mão.

Sobre a bola de cristal
Adivinho o bem e o mal
Nos olhos de quem me vê.
Ouço vozes do além,
Sou de espíritos refém
Sou um pouco de você.

Meu destino está nas cartas
E as cartas, na mão.

Nesta mão que lança as runas
E se lava nas espumas
Das ondas que quebram na areia.
Nesta mão que esmaga o dado
E joga no mar o baralho
Quando o jogo está fechado.

2 comentários:

  1. muito bom ..!!!!.. e a foto está mais q maravilhosa amo essas folhagens...........!olguinha costa

    ResponderExcluir
  2. Xeque-Mate. Jogo de palavras que fascina Ana. Inteligentíssimo texto.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...