sexta-feira, 11 de maio de 2012

MEDO dos SANTOS




Tenho medo dos santos
E seus olhares mansos,
Palavras demasiadamente doces,
Ocultos quebrantos!

Debaixo das  auréolas,
As rodas giram, giram...

Tenho medo dos santos
E seus dedos longos,
Rijos, pontiagudos,
Suas bocas que arredondam-se
Em "Ohs" mudos...

Tenho receio
De seus estigmas,
Suas orações sussurradas,
Seus dogmas e enigmas.

A quem rezam?

Tenho medo dos santos
E de suas maledicências
Disfarçadas em bênçãos!
Tanta perfeição, tanta bondade,
Tanta abnegação e civilidade!...
Sua mania
De sempre oferecerem
A outra face!

Santos
São psicopatas.

5 comentários:

  1. Tô na fila Ana, já sou tida como psicopata, e agradeço de nunca ter sido chamada de santa. Basta pisar no calo, que nem pavio tenho. hehehe. Na mosca porque os que são normais, sentem raiva, xingam dos palavrões mais explosivos, têm seus rompantes, erram pra caramba, e quem disser que não, que é sempre justo, que: mas não fiz nada, o que houve? fala sério, quando fazemos bem sabemos o que fizemos, e o negócio é: eu fiz e daí. Errei? Tá desculpa, mas na hora fiz o que achei certo. Muito bom Ana. Abraços pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Huahauaha, só pra nao perder o costume: Pé d epato mangalo treis veiz.... Santifiquemos nos... abraços

    ResponderExcluir
  3. eu tbm tenho ! e muito.... !olguinha

    ResponderExcluir
  4. Se eu não me engano é num dos capítulos do Decamerom que um ladrão e malfeitor chega quase moribundo numa cidade e padre vai dizer lá as últimas palavras e ele mente para ele que foi um homem de muita fé e com boas atitude. E de tanto ele falar que ele acaba santificado. Fica difícil saber que são os Santos realmente. E as esculturas já me amedrontaram muito! Perfeito, Ana. Beijos e meu carinho, Aninha

    ResponderExcluir
  5. CARAMBAAAAAAAAAAA, não resisti em ler esse ainda, que poema maravilhoso, putz, deu aquela sensação (invejosa?!) de queria eu ter escrito isso........

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Não Tenho Mais Nada Contigo

Estou escrevendo estas linhas  Só para deixar bem claro: Não tenho mais nada contigo. Teu rosto não faz mais figura...