quarta-feira, 2 de maio de 2012

VÁ!

Se é tarde, vá.
Mas sabes voltar?
Perca-te no mundo,
Mas sabes te achar?

O corte que fazes
Há de se fechar,
Vá se já é tarde,
Não tentes ficar!

A Roda da Fortuna
Não cansa de girar...
Uma coisa vai
Pra outra chegar!

Não olhes para trás,
Respire bem fundo,
O mundo te espera,
Veja o que ele traz!

Talvez, se voltares,
Eu não mais esteja,
Então não te ocupes
Com minha tristeza...

Irás para um lado,
Irei para o outro...
E o amor que sobrar
Logo estará morto!

2 comentários:

  1. Por vezes nem o amor sobra, antes mesmo da partida. Verdadeiras palavras para muitos.

    ResponderExcluir
  2. Ana, seu texto me trouxe a história da Mulher de Ló, que não obedeceu a ordem de Deus: olhou para trás e foi transformada em Estátua de sal (Gn 19:26).
    Nessa passagem Bíblica conseguimos entender que o simples fato de olhar para trás pode desencadear algum tipo de sentimento que uma pessoa renovada e liberta nunca poderia sentir e não podemos deixar que coisas do passado nos tirem de nosso objetivo.
    A maior exigência que se tem quando se busca uma vida nova é que nos desliguemos das coisas que derrotam e geralmente essas coisas estão atreladas ao nosso passado e nos submetem a velhos erros. Como sempre, um excelente texto, Ana! Abraços. Ana Ferreira.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

VOLTANDO...

Veneza Olá, pessoal! Estive fora por uns dias, realizando um grande e muito antigo sonho: conhecer a Itália! Foi uma experi...