segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Sobras de Bolo



Quem tem família, sabe: sempre que há uma festinha de aniversário, na hora de ir embora temos que levar um pedacinho de bolo e uns docinhos para casa. Na festa,  comemos tanto antes do bolo, que na hora de saboreá-lo, estamos tão enfastiados que comemos apenas um pedacinho pequeno, ou então, o recusamos. Portanto, o pedaço que levamos para casa - e saboreamos na manhã seguinte, durante o café da manhã - tem um gosto especial...

Geralmente, está gelado, e o contraste com a xícara de café com leite quentinho, é o que há de bom! Saboreamos também algumas lembranças da festinha, os melhores ( e até mesmo os piores) momentos. Depois, o bolo volta para a geladeira, e podemos até nos esquecer dele por um dia ou dois, até que bate aquela vontade de comer um docinho, e nos recordamos que lá no cantinho da geladeira, ainda tem um pedaço de bolo! Não tão saboroso, desta vez; quem sabe, um pouco ressecado pelo frio, mas bolo é bolo, doce é doce, e certamente, ele 'quebrará um galho...'

Na família de meu marido, aniversários são ocasiões sempre tradicionais, com direito a bolo, "Parabéns pra Você" e hora de distribuição de presentes. E mesmo os membros da família que moram em lugares mais distantes, mandam seus recadinhos. 

Aniversários são datas ambíguas: ao mesmo que comemoramos mais um ano de vida, não nos damos conta de que é também mais um ano que vai embora, levando consigo um pedaço de nossa juventude. Visão pessimista? Não; realista! Mas mesmo assim, eu acho que aniversários devem ser celebrados, com ou sem festa. Porque na verdade, o que celebramos, é a vida.

Hoje de manhã, ainda comi um pedaço do bolo de aniversário de meu marido... 

Marido, desejo a você toda a felicidade do mundo, muita saúde e paz de espírito!

6 comentários:


  1. Olá Ana,

    Neste momento lembrei-me de que não trouxe um pedaço do bolo do aniversário de minha sobrinha, celebrado ontem-rsrs. E olha que estava uma delícia!

    Creio que tudo na vida merece ser celebrado, principalmente os aniversários nossos e das pessoas que amamos. Na verdade, comemora-se mais um dia de felicidade ao lado daquelas pessoas, ainda que possa representar menos um dia no calendário da vida.

    Abraço ao maridão pelo níver!

    Excelente dia.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto! PARABÉNS ao marido e linda foto!! beijos,chica( e como é bom restinho de doces e bolos de niver,rs Em geral no dia não conseguimos comer e daí, no outro dia, bate a lembrança e vontade,....)

    ResponderExcluir
  3. Parabéns ao seu marido, felicidades, saúde, vida longa e paz!!!! Lindo texto!

    ResponderExcluir
  4. Olá!!! Ana!!! Transmita meus votos com juros e correção (risos)... Também nas datas como ontem, empanturram a gente de guloseimas... E, não é nque aqcor4dei com uma dúvida: Se já tenho 0l neto, não existe esse negócio de festa pra os pais, e sim pra os avós... Abraços...

    ResponderExcluir
  5. Olá Ana! O essencial é celebrar a vida. Felicidades ao teu marido pelo aniversário. Bjs

    ResponderExcluir
  6. É bem assim Ana,fica sempre um gostinho de alegria.
    Esta parte que fica para depois deve ser degustada com igual prazer.
    Parabens ao marido e que a felicidade possa estar sempre juntinha.
    Um terno abraço amiga,para uma bela semana.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Não Tenho Mais Nada Contigo

Estou escrevendo estas linhas  Só para deixar bem claro: Não tenho mais nada contigo. Teu rosto não faz mais figura...