segunda-feira, 20 de agosto de 2012

CERTEZAS






Existe em mim uma certeza
Que jaz além da certeza,
E uma beleza que descansa
Além da própria beleza...


Há uma rainha que reina


por cima da realeza,
E uma alegria que chora
Por sobre a minha tristeza...

Existe um campo minado
Que explode a cada sorriso,
Existe um reino encantado
Além do peito ferido,

Existe um grito contido
Retido, pronto a nascer
E um choro preso, contrito,
Que ainda há de escorrer...

Para tudo, o seu momento,
E para o momento, o instante...
Nada vem muito depois,
Nada chega antes do antes...

A resposta é uma incógnita,
Mas uma alma avarenta,
Tenta sempre derramá-la
Em cima da minha mesa.

A prostituta certeza
Saiu, e não mais voltou...
Levou consigo uma parte
De tudo aquilo que eu sou.

3 comentários:

  1. Obrigadam Ana pela visita, volte sempre! Bjuss uma linda noite.

    ResponderExcluir
  2. bárrrrrrrrrrrrrrrrrrbaro... o seu mais belo poema até hoje... bjuuu

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...