segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Existência







Existe, 
Presa no tempo,
Uma certeza
Que voa nas asas das borboletas
E nos chega num raio de sol.

Cada ruga na face,
cada memória,
São partes do livro da História
Do qual somos letras e números.

Descansa no momento que hora vivo,
Alguma coisa, além desta beleza
Que vejo agora:
Algo que pressinto...

Algo que mira-me
Através do olhar pequeno dos passarinhos
Que passam, voando,
E pousam nos galhos mais distantes.


Um comentário:

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Até um Dia!

Olá, pessoal! Por motivos pessoais, estarei fora da rede durante alguns dias. Volto em breve! Abraços! ...