segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Solidariedade



Muitas vezes, pecamos pelo excesso; com toda certeza, nossa alegria ou nossa tristeza não podem mudar o curso do que acontece ali, na casa vizinha, mas existe uma coisa fundamental que passa pela política dos bons relacionamentos, do carinho e do respeito: a solidariedade. Principalmente, aos que são de nossa própria casa!

Quando eu sei que alguém está demasiadamente triste, não acho que seja  de bom tom que eu coloque música alta e faça um churrasco com direito a pagode, principalmente, quando eu conheço intimamente a pessoa que vive ao lado. Mesmo que a minha discrição não possa mudar a situação de quem estiver sofrendo, eu posso demonstrar, através de uma atitude respeitosa, que eu me importo com o sentimento daquelas pessoas. Por que não colocar a música em um volume mais baixo?

É triste constatar a indiferença e a falta de solidariedade daqueles que deveriam estender-nos a mão e dizer uma palavra de carinho em horas difíceis. Quem age assim, com total indiferença a respeito do que acontece na casa ao lado, corre o risco de causar uma mágoa profunda naqueles a quem atinge. Sem contar que, no futuro, poderá receber dos outros a mesma atitude em relação a si.

O mundo anda tão multifacetado... as pessoas já nem conhecem mais os seus vizinhos! Mas é muito cruel quando os conhecemos, e sabendo exatamente sobre as horas de dor que eles vem atravessando,  mesmo assim, fazemos questão de demonstrar nossa indiferença a eles,  sendo insensíveis e cruéis.

É tudo uma questão de bom senso: o volume da minha música, minhas atitudes perante a situação de quem está triste, as palavras que eu escolho para abordar certos assuntos, o telefonema ou a visita solidários... apenas para mostrar que estamos ali para o que for preciso. Tudo isso faz uma enorme diferença naquilo que denominamos 'boa convivência.'


                                                                                  *

4 comentários:

  1. Ana querida, muito bom o seu texto; uma verdade sobre a realidade vigente.
    Bjs,









    ResponderExcluir
  2. Hoje em dia passamos anos morando ao lado de alguém e nem conversamos com as pessoas, todos estão muito ligados em seu mindo particular e são poucos que se preocupam...mas concordo com tudo que diz, precisamos ter realmente solidariedade com todos, principalmente com os de casa...parabéns...amei...

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo!! Não exite respeito entre as pessoas, isso até dentro de casa!! Mas depende de cada um se dar conta disso e ter o bom-senso e a consciência de que não estamos sozinhos no mundo e de que precisamos dos outros para vivermos em harmonia. Adorei o texto, nos leva a reflexão...
    Abraços

    R. Leroux ~> Blog Diretrizes da Vida

    ResponderExcluir
  4. BOM DIA AMIGA!!!!!!
    SAUDADES DE LER TEUS ESCRITOS MUITO BEM DEDILHADOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
    BJS DE NOVO ANO !!!!!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...