segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Partilha






Podes ficar com as meias
Para que aqueças os pés
Nas muitas noites de frio.

Podes ficar com a paisagem
À beira desta janela,
Fiques também com o rio.

Mantenhas sob a tua cama
As caixas de fotografias
Que provam o quanto me amas,

Podes ficar com os discos,
E as canções que embalaram
Histórias da nossa trama.

Desfrute bem esta casa,
Abra as portas e janelas
Para arejar tuas asas.

Levarei comigo, apenas
O que me resta de bom
Desta história de absurdos!

Podes ficar com os livros,
Pois são bons amigos mudos...
-Ah... podes ficar com tudo!




Inspirada em "Trocando em Miúdos", de Chico Buarque.

Um comentário:

  1. Sair inteira já basta. Que o resto seja bem aproveitado (rss) por quem fica. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...