terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Cortinas








As cortinas servem não apenas para enfeitar as janelas, mas para oferecer privacidade aos moradores da casa, e cortar um pouco a luz em certas horas do dia. Podem ser feitas de vários materiais, mas pessoalmente, não aprecio as cortinas pesadas e com muito pano. Gosto das fluidas, leves, esvoaçantes cortinas de voil e seda, com suas transparências, que levantam suas saias toda vez que o vento sopra, como se estivessem dançando um suave balé. Acho que tenho algum grau de claustrofobia, pois janelas fechadas e cômodos abafados e escuros demais me deixam muito desconfortável. Os blackouts, então... eu simplesmente os detesto! Aquelas coisas horrorosas de pano ou plástico que enegrecem o dia, pesando nas janelas... ah, como eu odeio os blackouts!
Uma casa precisa de luz. Precisa respirar!
Minha irmã sabe fazer cortinas muito bem. Lembro-me de que era moda, há alguns anos, cortinas cheias de pano, com sanefas de cores diferentes, bandôs encimando as janelas, enfim, uma parafernália de coisas que só servem para acumular poeira e deixar o ambiente escuro e abafado. Quando nos mudamos para a casa nova, ela fez para mim umas cortininhas curtas, para o quarto de hóspedes, e desculpou-se pois utilizara sobras de voil e de um outro tecido caríssimo que usou para debruar as cortinas , e achava que tinham ficado ‘pobres’ demais. Mas eu as adorei, e estão lá até hoje! E todo mundo que dorme naquele quarto, adora as cortinas.
Cortinas sugerem mistério, algo escondido... mas também revelam paisagens, e se abrem para os espetáculos dos palcos dos teatros. Quando alguém morre, podemos dizer que as cortinas se fecharam. Todos nos lembramos dos tempos das ‘cortinas de ferro.’ Por trás das cortinas, escolhemos as máscaras que usaremos durante o dia. E à noite, sentimo-nos seguros para tirá-las, quando fechamos as cortinas.



4 comentários:

  1. Adorei!!!!!!!!!!! As cortinas são instrumentos usados pelo homem para enfeitar, encobrir, e até esconder, coisas que não queiram que fiquem a mostra. Adoro cortinas leves assim como tu dissestes, me remetem a paz, a serenidade, a tranquilidade... Adorei seu post, abraços

    R. B. Mattozzo ~> Blog Diretrizes da Vida

    ResponderExcluir
  2. Olá!Boa tarde!
    Ana
    Que belo texto.Poucas vezes, parei para "pensar" na escolha da cortina mais adequada na decoração de um ambiente. A sua função exata. Se é para bloqueio da luz, redução da luz, privacidade, praticidade, elegância etc.
    Também, detesto ambientes escuros e sem ventilação
    Bela semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ana, eu amo cortinas e sempre as tive, desde que casei. Mas fui ficando enjoada delas porque sujam muito e acumulam pó. Bom, pra mim é ruim porque tenho rinite. Por isso quando mudei de apartamento mandei fazer persianas para todos os cômodos. Até que ficaram legais, mas acredite: eu morro de saudade das minhas cortinas. rsrs

    Quem sabe, coloco pelo menos em meu quarto, uma de voil branca que prende ao lado com fivelas e babados. ADOOOOORO!

    Blogada genial esta amiga. Vc sempre inovando.
    bacios cara mia!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...