sábado, 10 de março de 2012

Ódio





Me diz o que há

Por trás do teu ódio:

Inveja, ciúmes,

Desejo de pódio?




Por que tal queixume

Ardência na língua,

Por que tu persegues

O que te incomoda?




A vida é uma roda,

Que gira, que gira...

E nessa tontura

Tropeças, claudicas,

Perdendo a noção

Do que te edifica...




Mas heis que de súbito

Um dia, deparas

Com aquilo que negas

Diante da cara!




Me diz, o que há

Por trás do teu ódio?




Um comentário:

  1. Quem sabe, creio que as vezes nem a própria pessoa sabe. Mas o ódio, acredito que é algo tenebroso, envenena a si e aos outros.
    ass. crisvitor

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Em Casa

Sinto prazer em estar em casa... gosto de cuidar de tudo, andar pelo jardim, aproveitar o sol. Gosto de ir lá para fora olhar...