A PASSAGEM DO TEMPO SOBRE AS COISAS - CORDEL







A PASSAGEM DO TEMPO SOBRE AS COISAS

Tem coisas que o tempo apaga, 
E outras que o tempo aviva...
Ao mesmo tempo que apaga,
Deixa sempre uma lembrança,
E ao mesmo tempo que aviva,
Varre da memória ativa
Muita história já vivida
Levando toda a esperança!

Tem coisas que o tempo mata,
E outras que ressucita,
Mas quando mata, ainda sobra
Um resto que 'inda se agita
E aquilo que ressucita
Nunca traz tudo de volta,
Deixa um fio de saudade
No peito, ânsia que grita.

Tem coisas que o tempo apaga, 
E outras que o tempo aviva...
Da paixão, apaga o fogo
Do amor, aviva a chama,
E o coração de quem ama
Permanece sempre aceso
Enquanto da paixão pura
Depois do incêndio na cama
Sobra um carvão de loucura.

Tem coisas que o tempo apaga,
E outras que o tempo aviva...
Aviva um reencontrar-se,
Apaga uma despedida...
Mas deixa sempre uma história
De chegadas e partidas,
E no livro da memória
Enfileirada em palavras 
Uma dor lida e relida...

Tem coisas que o tempo apaga
E outras que o tempo aviva...
Apaga uma dor causada,
Avivando uma amizade
Mas às vezes, já é tarde
E a palavra proferida
Causa um dano irreversível
E ao invés de cicatrizes,
Deixa uma ferida viva...

Tem coisas que o tempo apaga
E outras que o tempo aviva...
Ninguém é senhor do tempo,
Mas o tempo é um senhor
Que passa por sobre as coisas
Deixando um rastro marcado
De adeus e despedida
Mas também de recomeços
Pela estrada dessa vida...

Comentários

  1. Um cordel cheio de verdades do coração! Adorei, Ana!!!! Saudades! Beijos, Aninha

    ResponderExcluir
  2. Por isso tem céticos que consideram o tempo como o verdadeiro Deus! Não é Deus, mas deve ser seu braço direito, se é que Deus é dextro...

    ResponderExcluir
  3. Depois que comentei fiquei pensando: e há mensagens mortas? Apagadas, talvez, ou maldosas.. Sei lá. Quis dizer: um cordel cheio de boas mensagens. Agora fui!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Ana, você descreveu bem a ação do senhor tempo é assim que ele age. Muito bom, beijo de zélia

    ResponderExcluir
  5. A passagem do tempo.não apaga as coisas.antes as aviva.A passagem do tempo é a memória ,e,a memória não se apaga.Quando muito vai-se esvaindo com a passagem do tempo.
    Ainda bem que esta "Ana"está dedicando muito do seu tempo para que o tempo continue vivo.
    Obrigado Ana.Continue a maravilhar-nos com seus maravilhosos poemas.De muito longe,mas mesmo assim de tão longe o tempo não vai apagar estes momentos de puro delite ao ler o que escreveu.Antonio

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo texto. Realmente o tempo tem essa característica e pode superar nossas expectativas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu cordel é riquíssimo. Trata-se de uma reflexão detalhada sobre o que o tempo causa na vida das pessoas. Um belo trabalho.Parabéns.Beijos.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

VIDA

Sentidos