terça-feira, 13 de março de 2012

O que eu Quero...

O que eu quero, é caminhar,
Livremente, sem amarras
Que possam  me segurar.

Quero o sol,  o vento, a vida,
Quero todo o sal do mar
E a beleza do existir...

E toda manhã, abrir
As janelas para ver
Um novo dia nascer,

E sentir que existe amor
E que a paz que eu tanto prezo
Faz parte do meu viver.

É por isto que eu rezo,
Quero apenas caminhar
Com firmeza e alegria.

E pisar, bem firme o chão,
Sem jamais agir de forma
A ferir o meu irmão.





2 comentários:

  1. Um poema belíssimo que toca o leitor pela sensibilidade e lirismo que a autora coloca em cada verso. Tocou-me muito particularmente o primeiro terceto, liberdade plena, liberdade de expressão, liberdade no sentir, é bem isso, Ana! Aplausos e abraço. Ana F.

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana! Belíssimo poema! Hoje fui visitar tua escrivaninha e não consegui. Agora a pouco, vi seu novo endereço numa mensagem do RL. E estou aqui pra te desejar muitas alegrias nesse novo espaço. Você faz falta no nosso Recanto. Beijos e tudo de bom

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Até um Dia!

Olá, pessoal! Por motivos pessoais, estarei fora da rede durante alguns dias. Volto em breve! Abraços! ...