sexta-feira, 30 de março de 2012

A ANSIEDADE DO QUERER






Muitas pessoas perdem tudo por desejarem ansiosamente. É como o homem que armou uma arapuca para pegar um pássaro, e quando o pássaro se aproximava, não pode conter sua ansiedade e saiu desembestado de trás da moita aonde se escondia, espantando o pássaro. Sei que é uma imagem cruel, mas é a melhor que consegui para ilustrar o que penso.

Acho que precisamos aprender a controlar a nossa ansiedade, e a jamais depositarmos a nossa felicidade na realização de alguma coisa. Antes de obtermos o que queremos, precisamos estar felizes e tranquilos. Então, e só então, estaremos prontos para colher o que plantamos. Agora veio-me uma outra idéia que li em algum texto, não me lembro de quem: a menininha que, na ansiedade de ver brotar a semente que tinha plantado, todos os dias tirava-a do vaso. Resultado: a planta não crescia nunca!

Eu acredito que o segredo está em:

1) Definir, com certeza, aquilo que se quer. Ninguém terá alguma coisa se, secretamente, luta contra ela! Muitos querem ter algum bem material, mas ao mesmo tempo, vivem afirmando que o dinheiro é coisa do diabo. Ora, então, como obter alguma coisa que depende dele?

2) Tendo definido aquilo que se quer, começar a 'mexer os pauzinhos.' Ou seja: correr atrás. Nada cai do céu, a não ser bomba, cocô de pombo e aeronave. 

3) Acreditar em um resultado positivo. Não subestimar-se, achando que não merece. Parece óbvio, mas tantas e tantas vezes, ouço pessoas dizendo que não são dignas disso ou daquilo. Por que não? Por que achar que a felicidade é produto de luxo, e que só algumas poucas pessoas a merecem?

4) Se não estiver dando certo, mudar a estratégia; também vale analisar: "Estou prejudicando alguém? Alguém sofrerá, para que eu obtenha o que desejo?" Se a reposta for positiva, mesmo que você obtenha o que deseja, no fim, não será feliz.

5) Estou sendo sincero comigo mesmo, ou estou apenas seguindo aquilo que a maioria acredita? Muita gente pensa que só pode ser feliz se tiver alguém do lado, como uma muleta. Que a resposta está no outro. Mas eu acho que primeiro, a gente precisa se amar e sentir-se feliz e agradecidos pela vida que temos; isso fará com que outras pessoas se aproximem, e quem sabe, o cara-metade não estará entre elas?... Mas conheço pessoas solteiras, independentes e felizes.

6) Lembrar-se sempre de agradecer. Com sinceridade. E frequentemente, se possível, várias vezes ao dia.

7) Não deixar que acontecimentos tristes contaminem todos os aspectos da vida. Posso estar muito triste, imensamente triste por algum motivo, e mesmo assim, encontrar prazer nas outras coisas, por exemplo, minha vida profissional pode não estar indo muito bem, mas a vida amorosa vai às mil maravilhas. Ou, de repente, não tenho o lugar que desejo para morar, mas tenho muitos amigos que sempre me alegram. Se formos esperar até que tudo esteja perfeito para que sejamos felizes, chegaremos à velhice como pessoas frustradas e vazias. Ninguém é feliz o tempo todo, em todos os aspectos. Aproveitemos as boas marés da vida, e aprendamos com as ruins.

8) Desligar-se do passado. Dele, que só possamos trazer conosco as boas lembranças, jamais as angústias e mágoas. E mesmo as boas lembranças devem ser deixadas de lado a maior parte do tempo.

9) Acreditar que aquilo que nos pertence, que é nosso, acabará vindo a nós, se fizermos um esforço. Se não veio ainda, é porque não estamos preparados.

10) E se não vier de jeito nenhum, conformar-se, acreditando que nem sempre sabemos, de verdade, o que é melhor para nós, e que não recebermos aquilo que desejamos pode ser uma bênção disfarçada!

5 comentários:

  1. Bom dia Ana, perfeito o teu texto, só acrescentaria que para obtermos o que precisamos não precisamos de esforço, porque o esforço é resistência, e a resistência cria barreiras pra concretização das coisas.
    Tudo tem que vir fácil, porque a ação em si não está no fazer com a mente, com o esforço físico e sim com o poder do espírito.
    Quando silenciamos a mente e passamos só a imaginar o sonhar com o que queremos com se fosse real, como se já estivéssemos lá, isso cria o que queremos, é como um faz de conta que trabalha a lei da atração.
    Tudo que queremos e desejamos já é nosso, só ainda não se materializou por causa de nossa resistência, pq colocamos um monte de empecilhos e barreiras no meio do tipo...não sei se consigo, não sei se mereço,é difícil, etc...
    O Universo é abundante, e pode nos dar tudo que queremos, tudo que desejamos sem precisar tirar de ninguém, basta acreditar e criar através da lei da atração.
    Sermos gratos pelo que temos também, é ótimo, trabalha a harmonia e quando estamos harmoniosos tudo vem até nós de um jeito fácil, na mão, como se caísse do céu rsss
    A abundância está aí, basta que nos sintamos dignos dela, pois como vc mesma disse, dinheiro é uma coisa boa, cria empregos, condições de vida melhor e consequentemente é também nosso legado que nos foi dado pelo Criador.
    Viver cada minuto com gratidão, aproveitando tudo, é o melhor caminho para termos paz e harmonia.
    Beijos e lindo dia!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Ana. Concordo com o seu ponto de vista. Acredito que a vida tem de ser vivida obdecendo os parametros enumerados por voce. beijo de zélia

    ResponderExcluir
  3. Bunitinha e legalzinha sua crônica...
    Só queria que me ensinasse como faz, igual a Chica para transformar as letras aqui na parte dos comentários!
    Eu já descobri que sou ligadona num passado!Por isso fico estagnada!
    Aí me conformo!
    Chuto ele vez em quando, mas depois vou á e pego...
    Fico incompleta sem minhas cicatrizes...
    Transformálos em experiências???
    Algumas partes são tão ruins que parecem lixo atômico!
    Sabe Ana?Às vezes juro pra mim que vou vivenciar uma transformação radical!Depois esqueço e me pego amargando...
    Eu sou, mas quem não é!?
    De qualquer forma o seu texto é bem você...
    Descontraído e amável!
    Obrigada pelos cascudos virtuais!
    Concordo com você...
    Tentarei sempre fazer isso...
    De tentativa em tentativa, vai que um dia eu acerto?
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. muita verdade !! ansiedade é (veneno a maior parte das vezes ) trava tudo !!!!! bjim de boa tarde. olguinha.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Ah, os Italianos! - Parte II

Pôr do sol em Florença... jamais esquecerei. Continuação do texto anterior LIXO – Quando fui jogar o lixo fora pela pri...