terça-feira, 13 de março de 2012

Sr Yamamute, Senhor Marcelo Praga e Olguinha Costa Visitam Anavagalume na Googlelândia




SR YAMAMUTE, SENHOR MARCELO PRAGA E OLGUINHA COSTA VISITAM ANAVAGALUME NA GOOGLELÂNDIA





Alguns dias após o exílio de Anavagalume, que pediu asilo político na Googlelândia, o senhor Yamamute e o senhor Marcelo Praga decidem visitá-la. Com medo de levarem uma mordida virtual da cadelinha Latifa, a Rottweiler mansinha de Anavagalume, os dois convidam Olguinha Costa a Princesa dos Mares, amicíssima de Yemanjá, para ir com eles, na esperança de que ela entre primeiro e leve uma mordida no lugar deles, se a Latifa estiver por lá.




Assim, os três encaminham-se para a Googlelândia, a nova Terra Encantada de Anavagalume. Assim que eles chegam, Anavagalume vem recebê-los com muito bom humor, vestindo uma esvoaçante túnica branca.




‘Olá, meus três amiguinhos! Sejam bem-vindas à nova Terra Encantada de Anavagalume!”




Dizendo isso, ela os conduz pelos jardins. Olguinha Costa se espanta:




“Noooossssaaaaaa! Quantas margaridas!”







Anavagalume explica:



“Aquela maior e mais bonita ali no canto, é a Anita De Cambuim!”



Os senhores Marcelo Praga e Yamamute ficam literalmente encantados com a quantidade de borboletas multicoloridas de todos os tamanhos e modelos que voam por ali, pousando em seus ombros, cabeças, braços e orelhas. Senhor Yamamute logo se lembra de sacar sua câmera fotográfica, comprada de uns amigos que fez na sua visita à Cidade Imperial. A câmera estava quebrada, mas ele mandou consertar, e agora conseguia tirar suas fotos. Começa a clicar furiosamente, fotografando todas as borboletas, que posam para ele fazendo poses de top models.








Enquanto isso, o senhor Marcelo Praga olha em volta, com medo que Latifa apareça de repente.


A tarde está linda, e os quatro sentam-se no bucólico e florido jardim da Googlelândia para uma deliciosa xícara de chá que Anavagalume serve para eles. Senhor Yamamute logo indaga:


“Tem cerveja não?”


E o senhor Marcelo Praga:


“Tem churrasquinho de frango não?”


E olguinha:


“Tem peixe na brasa não?”


E Anavagalume:


“Vocês vieram aqui para comer ou para me ver?!” E serve a eles seus deliciosos biscoitos naturais orgânicos de gergelim sem açúcar.


Neste meio-tempo, chega Latifa, fazendo festa em todo mundo. Os três se surpreendem, pois não esperavam que ela fosse tão mansinha. O único problema, é que ela tinha saboreado umas batatas doces no almoço, e soltava , de vez em quando, alguns gases desagradáveis ao olfato.


De repente, Marcelo Praga grita, apontando para o céu:


“Vejam! Uma imensa borboleta preta e canela!”


E Olguinha diz:


“Noooosssssaaaa! Que liiiiiinnnnddaaaa!”


Mas o senhor Yamamute, que enxergava melhor do que todos eles juntos, desmente:


“Barbuleta que nada! Aquilo é um cão Rottweiler voador!”


E Anavagalume explica:


“Calma, gente, é só o Aleph, que veio me visitar do Paraíso Canino!”


E todos saem correndo e gritando, pois tem medo de fantasmas. A muito custo, anavagalume consegue acalmá-los, enquanto Aleph e Latifa se afastam discretamente.





A fim de deixá-los mais relaxados, Anavagalume estala os dedos e uma música das Enya começa a tocar.


Senhor Marcelo Praga logo pergunta:

“Tem rock não?”

E Olguinha:

“Tem Whitney não?”

E Senhor Yamamute:

“Tem aquela: “A novi-dade veio dar-na.... prai-a...’ não?


E Anavagalume, meio-aborrecida:


“É, gente, isso aqui tá muito bom, mas eu tenho uma pilha de roupas para passar, e já que não fiquei rica, preciso preparar minhas aulas e arrumar a casa. Alguém quer me ajudar?”


E os três respondem, olhando seus relógios de pulso:


“É... mas a gente tem que ir andando...” E se levantam.


Anavagalume os encaminha até o portão, mas antes de saírem o senhor Yamamute sugere:


“Anavagalume, a senhora não quer voltar com a gente não?”


E ela responde: “Quem sabe, quando as férias acabarem e as coisas melhorarem por lá?...”











10 comentários:

  1. Ana, um espaço pra gente se reencontrar com ou sem comida, o que vale é a acolhida! Abraço,
    parabéns. Anita

    ResponderExcluir
  2. Essa é Ana que nós conhecemos! kkk... Que turma! Gugoulêndia.. Espero que você saiba avaliar quem são seus amigos e são muitos. O resto é ciúmes, inveja, recalque e dissimulação. Valeu Ana! VORTA BALUNA! kkkkkk... Beijão e um ótimo dia pra todos nós Praga.

    ResponderExcluir
  3. ha hahahahahahahahhahahahahhaahhaahhahahahhahahahahahahahahahahhahhahah ai tava precisando disso....... deu shooooooooooooooooowwwwwwwwwwwwww !!!!!! esbanjou talento .. VORTA MUIÉ........ nosso condominio precisa de voce ... queremos debruçar sobre os muros para ficar ouvindo voce narrar seus contos , suas fadas, suas falas, somos platéia Ana, diante de voce a te aplaudir.. amamos voce !!!!olginha costa.

    ResponderExcluir
  4. Querida Ana, clicando no link vim parar aqui... qual Alice (Ana)no país das maravilhas!
    Adorei seu cantinho, já sentia saudades d sua poética.
    Parabéns e muitas felicidades. Um abraço aqui da cidade maravilhosa. Ana F.

    ResponderExcluir
  5. Legal. Levar numa boa é o melhor, e mudar os ares também. O resto é apenas resto....

    ResponderExcluir
  6. Ana, você sempre surpreende de forma inteligente e agradável, isto é o que de fato importa para seus leitores.

    ResponderExcluir
  7. Ana, eu também tenho andado pouco, por falta de tempo mesmo, lá no RL, não sabia que você havia saído. Desde já declaro minhas saudades. Embora eu ache os blogs difíceis de serem acessados, procurarei vir visitá-la, a dificuldade é minha mesmo, não sou muito brava com essas coisas de computer. (risos). Amei a história da capa, muito leve e simpática. Amei a foto da Anita D Cambuim. Um beijo pra você, volte logo. Hull

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Ana!!! Graças a Anita te encontrei na nova morada e fiquei feliz, voltarei com certeza outras vezes, também tenho outro canto, se quiser aparecer por lá terei prazer em recebe-la : www.sentimentoszeliafreire.blogspot.com beijo de zélia freire

    ResponderExcluir
  9. Adorei esta visita! Ficou ótimo todo este teu espaço e o mundo reiventado do real! Parabéns! Beijos e Saudades!

    ResponderExcluir
  10. Plena liberdade para escrever como quer, pode ter certeza de que você é sempre lembrada com saudades por todos seus leitores. Sua casa nova é cheia de encantos. abraço grande. Helena

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...