terça-feira, 30 de julho de 2013

Um Ipê de Caráter





Quando o ganhamos de presente de minha irmã, ao nos mudarmos para esta casa, era apenas uma arvorezinha magrela e pequenina. Ao perguntarmos de que espécie se tratava, ela respondeu-nos: "É um ipê roxo!"

Já temos um amarelo, que já estava na casa desde que ela existe, e pensei na beleza efêmera das flores todo mês de setembro. E quando elas caem e se esparramam pelo gramado e pelas escadas qual flocos amarelos, parece ainda mais encantador. Pensei que adoraria ter um outro, de outra cor.

Plantamos a árvore há alguns metros do muro que separa nossa casa da casa vizinha. O tempo foi passando, e ela crescendo. Todo invernos, deixa cair as folhas até ficar totalmente nua, os galhos crescentes  estendidos como finos dedos ansiando pelo céu.

Um dia, procurei saber mais sobre os ipês roxos, e o que descobri, espantou-me: quando em florestas, eles podem crescer mais que trinta metros! Meu marido ficou com medo: o nosso já estava quase na altura da casa, que é de dois andares. Pensou em mandar cortá-lo. Pedi que tivesse um pouco mais de paciência.

O tempo foi passando, e nada de flores roxas. Até eu pensei que talvez fosse apenas uma árvore comum, e que não se tratava de um ipê roxo. Quando eu pedia aos jardineiros que a cortasse, eles exclamavam: "Faz isso não, dona Ana. Isso fica é lindo!" Pesquisei mais uma vez e descobri que um ipê roxo pode demorar até oito anos para começar a dar flor, e que longe da escuridão da floresta e do solo enriquecido por folhas secas e pequenos animais mortos, ele não cresce tanto.

Há pouco tempo, eu e meu marido estávamos no jardim, em uma tarde de domingo, olhando para ele - já totalmente nu, algumas de suas folhas secas ainda caídas em volta da árvore. Confabulamos sobre o seu destino, e mais uma vez, meu marido manifestou-se a favor do corte. No dia seguinte, cheguei perto da árvore e conversei com ela:

"Escute aqui, amigo, se você realmente for um ipê roxo, trate de produzir algumas flores, ou temo dizer que seu destino esteja selado."

Algumas semanas depois, achei uma florzinha cor-de-rosa no chão da varanda, mas como tinha ventado muito durante a noite, pensei tratar-se de alguma flor que tivesse viajado de algum outro jardim. Mas ao olhar para cima, constatei que os galhos totalmente nus do meu ipê já não estavam assim tão nus: em uma das pontas, havia um cachinho com três flores pequeninas. E não eram roxas: eram cor-de-rosa.

Imediatamente, escutei a mensagem da árvore: "Eu sou o que vim para ser. Tenham um pouco mais de paciência comigo, e na hora certa, eu lhes entregarei a beleza de minhas flores."

Decidimos que o ipê fica.


9 comentários:

  1. Muito legal isso, a árvore lhe deu uma lição de paciência. Aqui em BH se cortarem uma árvore, mesmo que seja em seu próprio quintal, dá multa e até prisão. Preservação ecológica.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Ele ganhou!! Merece!! muito lindo de ler! beijos,chica

    ResponderExcluir

  3. Olá Ana,

    Eu acho os ipês maravilhosos. Não conhecia esta característica do ipê roxo.
    Que bom que ele lhe mandou um recadinho através deste cachinho de flores cor-de-rosa. Ele ficará lindo e valerá a pena ter um pouco mais de paciência com sua natureza.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Um ipê mostrando que com paciência tudo se realiza. Na natureza a presença divina.
    Beijos,
    Élys.

    ResponderExcluir
  5. Ola Ana,
    Amo flores, e Ipes são uma das minhas prediletas.
    Que linda ela desabrochando e mostrando seu poetar.

    Beijos
    Ps: Nãao consigo entrar pelo google, agora vim pelo outro blogf

    ResponderExcluir
  6. Hoje não te vou ler...
    É muito extenso e estou atrapalhado com o tempo.
    Ele não pára...

    Um beijo amigo.

    ResponderExcluir
  7. Ola Ana, a minha cidade de Nome Bom Jardim teve origem dessa árvore. Todo campo era coberto com ipês de todas as cores, pena que hoje são poucos, mas quando estão floridos, encantam a todos. Linda a sua e com certeza ficará toda coberta de flores.Abraços, fica com deus

    ResponderExcluir
  8. OI ANA!
    A NATUREZA É SÁBIA E TEM SEU CICLO QUE MUITAS VEZES NÃO COMBINA COM NOSSA IMPACIÊNCIA.
    QUE BOM TERES DEIXADO ELA FICAR, NA CERTA VAI ENFEITAR TEU JARDIM MUITO LOGO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Aprendi com sua postagem. Nem imaginava que podia crescer tanto e que demorava outro tanto enorme para florir. A natureza nos dá lições de vida. Somos muito impacientes, razão de alguns tropeços. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

O que Tem na Sua Playlist? Uma Interação

Inspirada por um comentário de paulo Bratz a um de meus posts, que fala sobre um aparelho de som que comprei na Black Friday,...