sábado, 22 de setembro de 2012

PONTES







Uma ponte liga duas margens de um rio, ou duas vilas, ou duas cidades. As pessoas as percorrem para chegar ao outro lado, onde estará alguma coisa que buscam ou que precisem alcançar, embora não as estejam buscando voluntariamente. Assim pensando, acredito que os rios entre as pessoas não fluem por acaso. Quando estamos diante de um obstáculo qualquer, acho que estamos sendo testados para que usemos nossa criatividade e boa-vontade ao máximo, para que cresçamos. Para isso, precisamos buscar os recursos existentes dentro de nós, na nossa experiência de vida. Mas também podemos fazê-lo seguindo os exemplos das pessoas que já chegaram do outro lado.

Chegar ao outro lado não significa que sempre permaneceremos por lá; mas só o fato de tentarmos, realmente, com o coração, já é um grande passo. Mesmo que encontremos uma porta fechada, terá valido à pena. Neste caso, o melhor é fazer o caminho de volta com classe.

Mas sempre ficam as lições da travessia. Talvez descubramos que não somos tão equilibrados quando pensávamos, ao irritar-nos tão facilmente com os obstáculos no caminho... então, é este lado que precisamos exercitar mais. Noutras vezes, descobrimos que aquele alguém que pensávamos estar nos aguardando do outro lado, fecha-nos a porta à cara. Daí temos a lição da desilusão, que é o momento crucial, essencial, em que as máscaras caem.

Nessa travessia, sempre haverá pessoas que, dizendo-se pontes, serão, na verdade, mais um pouco da água que separa. Saibamos reconhecê-los e evitá-los.

Mas jamais devemos deixar de, pelo menos, tentar cruzar as pontes da vida.

6 comentários:

  1. Construir pontes entre os seres é uma tarefa de todos os dias. Das mais difíceis e exigentes, das mais arriscadas podendo causar sofrimento, mas das mais belas quando coroada de sucesso. Lindo texto.

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana, primeiro quero agradecer os comentários que me deixou e que me aqueceram o coração. Infelizmente, a minha falta de tempo, neste momento, e as muitas coisas que me preocupam não me tem permitido fazer com tanta frequência visitas pelos blogs das minhas amigas.
    Sabe o que mais interessante? É que as minhas mais fieis comentadoras do blog são brasileiras e com as duas sinto uma enorme sintonia. Fizemos uma ponte imensa que atravessa um oceano. Porque a net nos permite fazê-lo? Claro que sim. Mas, a razão principal é porque nós atravessamos pontes e a distância não será nunca razão para que não toquemos corações.Fique bem. Com carinho Teresa

    ResponderExcluir
  3. Que texto íntegro, Ana! Ele tem meandros nas entrelinhas e mexe e re(mexe) com nossas entranhas.

    O último parágrafo é crucial para não cairmos da ponte para não nos afogarmos.

    Maravilhoso texto!

    *Obrigada Ana por aceitar o convite para o Quiosque. Vc arrasou e os colegas vieram todos ali para te ler.

    Injetar sangue novo sempre dá mais energias.
    Valeu querida!
    bacios:)

    ResponderExcluir
  4. A vida é assim nunca se sabe se náo atravessar...pode ser bom ou ruim.
    As pessoas tentam fazer o seu melhor, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  5. .


    A mentira, a traição e a
    vergonha não fazem o me-
    nor sentido se o amor di-
    ta ordens ao coração.

    Confira no meu blog.

    Um beijo,

    silvioafonso








    .

    ResponderExcluir
  6. Olá minha querida, vim trazer o meu abraço e desejar que você seja muito feliz que tenha o discernimento de lutar contra as adversidades que possam surgir na tua vida em busca da tão sonhada felicidade. Como diz Anne Bradstreet “Se não tivéssemos inverno, a primavera não seria tão agradável: se não experimentássemos algumas vezes o sabor da adversidade, a prosperidade não seria tão bem-vinda”. Que saibamos retirar as pedras do caminho e que sejamos como as flores que em cada primavera renascem mais belas e perfumadas. Uma linda tarde de Domingo e um início de semana primaveril, muita luz, muito colorido e alegria, perfumadas como as flores. Abraçoss

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Até um Dia!

Olá, pessoal! Por motivos pessoais, estarei fora da rede durante alguns dias. Volto em breve! Abraços! ...