sexta-feira, 21 de setembro de 2012

NOITE

Fotos: o anoitecer, visto da minha janela.








Coberta negra sobre os montes,
A noite vira mote
Nas linhas de um poeta.
E nas estradas da poesia,
Alinham-se as estrelas,
Uma a uma,
Sob a luz
Da mãe-lua.

7 comentários:

  1. Maravilha das maravilhas! Tanto o texto como as fotografias.

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo anoitecer para Ana Bailune: Linhas e luzes abrigando a poeta/mulher!

    Lindo, lindo!
    beijo!

    :)

    ResponderExcluir
  3. Além de linda a sequência das fotos, a noite lhe inspirou belos versos. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. O recorte da sombra e luz, a grande inspiração dos pintores, e dos poetas...como vc. Abraço. Parabéns pelas fotos e pelo dizer.Celso

    ResponderExcluir
  5. Minha querida, encantou-me teu poetar, parabéns, doces beijokas e um bom final de semana

    ResponderExcluir
  6. Belo texto, belas fotos. Dizem que poeta sempre enxerga a hora certa de fotografar.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Não Tenho Mais Nada Contigo

Estou escrevendo estas linhas  Só para deixar bem claro: Não tenho mais nada contigo. Teu rosto não faz mais figura...