sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Metamorfoses- dueto a convite de Marco Rocca







Não subestime as agruras 
nuas em meus olhos...
Ardem no céu dos anos.
Como espantos, alegrias...
 
Meu andar é torto,
mas tenho um caminho.
Minhas desventuras 
seguem comigo. Fugidias...
 
Desespero-me, corro, fujo de mim.
Tento apaziguar minhas ternuras.
Mas, esta dor arde em meus dias
deixa-me louco, sozinho, morto...
 
Até que torto em descaminho,
encontro o porto que procurava.
Sem saber, que dentro de mim,
havia o silencio que jamais notara.
 


9 comentários:

  1. Belo resultado! O dueto que deu resultado! Gostei muito das "curvas" para chegar ao silêncio.

    ResponderExcluir
  2. TUDO NO FINAL DÀ CERTO, SE AINDA NÃO DEU, È PORQUE NÃO CHEGOU O FINAL.
    Por isso acredite sempre em Deus.
    Acredite no Tempo, na Amizade, na Sabedoria,
    e principalmente no Amor.
    Aí com certeza um dia a Felicidade, baterá em sua porta.
    Tenha Tempo para os seus sonhos, eles conduzem sua carruagem para as estrelas.
    Tenha FÈ em DEUS!
    Tenha um excelente final de semana.
    E não esqueça, SORRIA Sempre.
    Por maior ,que seja a difilculdade .
    O sei sorriso pode alegrar a vida dos que te cercam.
    E a minha vida também.
    Deus abençoe seu final de semana beijos na sua alma.
    Não deixe de participar do sorteio de dois livros
    de um grande amigo.
    O link do blog esta na postagem ,e o selinho de paicipação também.
    Vamos ser unidos não importa o Estado do Brasil,
    ou Pais ,que você mora somos blogueiros unidos,e acima de tudo
    amigos sem fronteiras.
    Adorei o Dueto.

    ResponderExcluir
  3. QUERIDA AMIGA, vou precisar me afastar por uns trinta dias, não ando bem, ando vazia, oca, vou tentar me reencontrar, deixei um último texto lá, até a volta, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  4. Um poema agradabelíssimo para lermos. Harmonioso. Hum, adorei ter ido ao meu blogue e deixado um comentário. Assim, com esse gesto, ajuda a enobrecer aquele espaço. Aproveito para lhe desejar um fim de semana muito bom. Agradavel, mesmo.
    Felicidades, sempre

    ResponderExcluir
  5. OI ANA!
    BELEZA DE DUETO.
    CONSEGUIRAM SEGUIR A MESMA LINHA, LEVANDO A UM FINAL DE UM REENCONTRO COM A PRÓPRIA ESSÊNCIA, LINDO...
    ABRÇS


    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  6. Em primeiro lugar, AMO AS HORTENSIAS! São inspiradoras, decididas!
    Gosto do poeta Marco Rocca. Adorei o dueto!
    Parabens!

    bjsMeus

    Catita
    *feliz Prima!

    ResponderExcluir
  7. Foi um prazer muito grande pra mim, Ana ter aceito meu convite. Escrever em parceria com esta notável poetisa e escritora, Ana Bailune é uma responsabilidade muito grande. Obrigado amiga!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Mandrágora

Teu Nome – raiz de mandrágora Perpassando o meu caminho, Me fazendo tropeçar... Um dragão adormecido Em isolada cave...