sábado, 28 de julho de 2012

Transformação






TRANSFORMAÇÃO

Aquele velho sorriso
Que eu tinha, já se foi,
Cortadinho em mil pedaços,
Amortalhou-se.

Mas ficou um outro riso
(Talvez não tão franco ou bonito)
Mas ficou, e se transforma
A cada dia, lentamente,
Em algo um pouco melhor.

Morre um riso, nasce outro,
Porque sorrir é preciso.

3 comentários:

  1. Ana, vejo um pouco de Drummond e Quintana em tuas linhas. Os dois, contemplavam tempos e passagens na transformação humana.

    Poema (como sempre) - CERTEIRO!

    bom findi!
    bacios

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana, e que tudo esteja bem contigo!

    Um sorriso ofertado com a natural e suave bondade humana pode transformar muitas situações, sendo assim concordo com este teu escrito, pois uma face com um sorriso estampa a felicidade do momento vivido. É como necessitamos viver, é preciso sorrir, e viver feliz!

    Ótimos escritos por cá sempre, e a imagem traduz bem a ideia de transformação e melhora, parabéns pelo pensamento escrito, com muita sensibilidade!


    grato pela amizade e visitas eu deixo meu desejo que você e todos tenham um viver intenso e feliz, abraços e até mais!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Ana. Concordo que o sorriso tenha de existir seja de que modo for, timidamente ou escancarado. Enfim, aos poucos perdemos o que tínhamos de melhor, choramos, nos lamentamos, sofremos e por aí vai.
    Enquanto o ciclo não fecha, a dor continuará, mas as transformações ocorrerão certa hora, na realidade, acontece antes mesmo de serem mostradas a olho nu.
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...