quinta-feira, 19 de julho de 2012

Por que te Amo?







Acordar todos os dias,

E saber que ontem,

Alguém me amou...
Viver, da vida, as ilusões
E vê-las mudarem-se
Em desilusões
Mas saber que ontem,
Alguém me amou...



E me ama hoje,

E há de amar-me 

Amanhã de manhã...



Eis porque te amo!

És a certeza que eu tenho

Nesse vale de incertezas,
E sem promessas,
Sem cobranças,
Segues comigo,
Pois é assim que queres que seja!



Te amo porque me aceitas,

Mesmo quando rejeitas

Meus loucos devaneios...
Te amo, porque és o meio
O começo, e o final,
Objetivo que anseio,
E quando olho nos teus olhos,
Vejo-me em tuas pupilas...



Te amo, pois nossos vazios

Não necessitam explicações...

Pois conversamos no silêncio,
E nos calamos sem anseios
Quando não há nada a ser dito,
Apenas sentido.



Te amo porque te amo,

E nada mais é preciso...

4 comentários:

  1. Beleza de poesia, Ana. Maravilha mesmo! Adorei vir aqui agora.Um beijo, minha linda e obrigada por sua atenção e amizade.

    ResponderExcluir
  2. LINDO ANA, bela inspiração, uma declaração de amor completa, amo porque amo, simples assim e belo, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  3. Querida poetisa Ana Bailune, sua poesia é simplesmente maravilhosa, lírica, romântica e cheia de amor...Parabéns!
    Poeta Wilson Fonseca

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

VOLTANDO...

Veneza Olá, pessoal! Estive fora por uns dias, realizando um grande e muito antigo sonho: conhecer a Itália! Foi uma experi...