Se Houvesse






Se houvesse uma palavra
Que quebrasse esses muros
E trouxesse a primavera,
Eu a diria.

Mas já não há futuro
Para este presente
Que embrulhamos.

Enterramos a primavera
Sob eras de invernos,
Junto aos sonhos que abortamos.




Comentários

  1. Que lindo seus versos, amei, tanto quando o novo visual do blogue, aqui sempre há algo belo a apreciar, muito prazer me dá vir aqui minha linda amiga!
    Amiga, bem assim, a primavera de flores está dando capim, frio de inverno que não vai mais embora!!!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. TRAZENDO MEU DESEJO DE UM LINDO DIA DE DOMINGO.O POEMA É FENOMENAL E ATRAENTE.
    CONTINUO TRAZENDO UM CONVITE .
    O BLOG MILAGRE DO POETA DANIEL ESTÁ COM UM LINDO POEMA NOMINAL DEDICADO A NOSSA AMIGA BLOGUEIRA CHICA .CONVIDO PARA UMA FORÇA E APOIO COMENTANDO.
    http://danielmilagre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Há muitas palavras, Ana !
    A prova é este SE HOUVESSE.
    Nem tu podes imaginar os muros que derrubas com a tua poesia !

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana
    Sempre nos deparamos com essa ilustre palavra: SE.
    É uma pena, mas por outro lado nos deixa com ansiedade de buscar sempre a perfeição, sempre nos desafia a buscar esse objetivo.
    Ótima e abençoada semana.
    Paz e Luz.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. o poema é nostálgico mas muito belo.
    mas, todas as estações são belas.
    uma boa semana.
    um beijo

    )

    ResponderExcluir
  6. E é triste percebermos que fomos nós que fechamos esse pacote, impedindo o desabrochar das flores. Bjs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

VIDA

Sentidos